Artigo

Um destes atores secundários pode ganhar o Óscar

O SAPO Cinema continua a anunciar os artistas que vamos ver com muita frequência até à entrega dos prémios mais cobiçados no mundo do cinema.

Na segunda-feira, «Boyhood - Momentos de Uma Vida» foi considerado o melhor filme de 2014 pelo Círculo de Críticos de Nova Iorque. Outras associações de críticos e várias organizações vão anunciar as suas escolhas nos próximos dias.

As escolhas dos críticos não são apenas publicidade gratuita para os filmes, muitos ainda a iniciar a carreira comercial nas salas. Sabe-se que muitos votantes dos Óscares são membros ativos da indústria que não têm oportunidade de frequentar salas de cinema ao longo do ano e aproveitam os dias entre o natal e fim de ano para se atualizarem e preencher os seus boletins. Estas notícias chamam assim a sua atenção para o devem ver de entre literalmente dezenas de filmes que estão a receber para visionamento em DVD e Blu-ray por estes dias.

Ao longo desta semana, o SAPO Cinema desvenda-lhe os filmes e atores que têm mais hipóteses e os que ainda não perderam as esperanças na longa jornada até aos Óscares a 22 de fevereiro.


Os atores secundários

Ao contrário do caso que o SAPO Cinema apresentou para as atrizes secundárias, a concorrência entre os seus colegas masculinos é brutal e os que vão ficar de fora certamente dariam para avançar com uma segunda lista de nomeados igualmente forte.

Edward Norton e Mark Ruffalo são fortes candidatos por estarem em filmes vistos como os melhores do ano (««Birdman (ou a Inesperada Virtude da Ignorância)», «Fotcatcher») ou por darem réplica a colegas que vão ser nomeados como protagonistas (Michael Keaton e Steve Carrel), mas por agora o grande favorito é um ator que provavelmente não cumprirá nenhum desses pressupostos: o veterano J.K. Simmons.

O professor de música que leva os seus alunos para lá dos limites em «Whiplash - Nos Limites» é o trabalho de uma vida, ainda que se receie que o filme e o seu colega Miles Teller sejam duas vítimas nas suas categorias desta ultra-competitiva temporada.

Com mais de uma centena de trabalhos em cinema e televisão em apenas 20 anos, Simmons é a definição por excelência do que acontece quando um secundário finalmente encontra uma personagem onde pode mostrar todo o seu talento. Irá Hollywood ignorar uma das histórias mais bonitas que podem acontecer a um ator?

Comentários