Artigo

Velho, mas não obsoleto: os sucessos e fracassos de Arnold Schwarzenegger

Com «Exterminador: Genisys», a estrela está de regresso à saga que se revelou decisiva numa carreira com grandes sucessos, mas também caríssimos fracassos.

Será que Arnold Schwarzenegger ainda é relevante?

Nas últimas semanas, a estrela tem-se revelado incansável, tanto nos encontros com os «media» como na utilização de todas as potencialidades das redes sociais, mas essa é a pergunta que se faz por estes dias em Hollywood e o veredito será conhecido na segunda-feira, quando forem conhecidas as receitas globais de «Exterminador: Genisys».

Trata-se do seu regresso, «velho, mas não obsoleto», como diz a sua personagem a certa altura, a uma saga que se revelou determinante em diferentes fases da sua carreira.

Em 1984, «O Exterminador Implacável» provou que tinha o estofo para ser uma estrela do cinema de ação e rivalizar com Sylvester Stallone; em 1991 «O Dia do Julgamento» confirmou-o como a maior estrela de cinema do planeta; em 2003, «Ascensão das Máquinas» ajudou a recuperar algum brilho após sucessivos e brutais fracassos comerciais.

O SAPO Cinema passa em revista essa carreira, a mais extraordinária construída por um ator estrangeiro em Hollywood, mas que alguns pensam que não soube retirar-se a tempo.

Comentários