Artigo

«Velocidade Furiosa 7» junta Índia e Paquistão

Os habitantes dos dois países, que mantêm um conflito há décadas, são os que mais estão a descarregar ilegalmente o filme.

Índia e Paquistão têm uma relação feita de tensões há décadas, que inclui três guerras por causa da região da Caxemira, mas parecem ter algo em comum: o gosto pela saga «Velocidade Furiosa».

De acordo com a Excipio, empresa encarregue de monitorizar a pirataria na Internet, citada pela Variety, os habitantes destes dois países são os que mais estão a descarregar o filme desde a estreia na quinta-feira.

Não obstante as versões a circular terem sido gravadas em salas de cinema e serem de má qualidade, até às 18 horas de segunda-feira terão sido descarregadas 2.59 milhões de vezes. A Índia lidera com 578 mil e Paquistão vem a seguir com 321 mil.

China (289 mil), EUA (251 mil) e Grã-Bretanha (101 mil) completam a lista.

Por comparação, «As Cinquenta Sombras de Grey» tinha sido descarregado ilegalmente 300 mil vezes nos primeiros dias da estreia em fevereiro, e «Guardiões da Galáxia» pouco mais de 200 mil.

Apesar da saga «Velocidade Furiosa» ter um grande apelo junto do público jovem e masculino, que recorre mais à pirataria, o mais recente filme ultrapassou as expectativas e rendeu 146,5 milhões de dólares nos EUA e 391.6 a nível mundial.

Comentários