Artigo

«Velocidade Furiosa» pode acabar nos nove filmes

O estúdio Universal vai negociar com o realizador Justin Lin a rodagem em simultâneo dos últimos dois filmes da saga.

Justin Lin, que dirigiu quatro filmes «Velocidade Furiosa», mas abdicou de rodar o sétimo, pode estar de regresso para comandar a conclusão da saga.

O estúdio Universal iniciou negociações com o cineasta, que só deverá avançar depois de dirigir os dois primeiros episódios da segunda temporada de «True Detective».

Após »Velocidade Furiosa 6», Lin optou por afastar-se e avançar para a sequela de «O Legado Bourne», com Jeremy Renner, sendo substituído por James Wan, que, por sua vez, vai abandonar a saga para fazer a sequela do seu filme «The Conjuring - A Evocação».

Com o anunciado regresso de Matt Damon e Paul Greengrass para um quarto filme centrado em Jason Bourne, o projeto de Justin Lin foi adiado, surgindo a abertura para as correntes negociações.

De acordo com fontes bem informadas na indústria, o estúdio Universal pretende rodar o oitavo e nono filmes em simultâneo, seguindo o exemplo de outros projetos de grande orçamento como «Harry Potter», «Crepúsculo» e «The Hunger Games».

Tudo indica ainda que a saga comandada por Vin Diesel, tal como a conhecemos, terminará com esses filmes, um desfecho que deve começar com a anunciada reforma de Brian O´ Conner, a personagem do falecido Paul Walker. No entanto, sabe-se que a participação de Dwayne Johnson como Luke Hobbs sempre teve como objetivo avançar com filmes distintos centrados nessa personagem.

«Velocidade Furiosa 7» estreia a 2 de abril de 2015.

Comentários