Artigo

Dia de São Valentim: Damos música aos namorados, mas aos outros também

Não quisemos deixar ninguém de fora no Dia de São Valentim e sugerimos duas playlists: uma para quem namora e está feliz com isso, outra dedicada ao lado menos luminoso do amor. Sade Adu, especialista em cantar assuntos do coração, faz a ponte entre estas abordagens. Haverá tema mais cantado do que o amor? Dificilmente. Mas se algumas canções nascem das suas virtudes, outras tantas falam-nos de corações magoados por relações falhadas ou sentimentos não correspondidos. No primeiro grupo de temas (e videoclips) que propomos, destacamos o retrato de uma relação idílica feito pelos Air ("All I Need"), a pulsão bamboleante de Beyoncé e Jay-Z ("Crazy in Love"), um clássico hedonista dos Heróis do Mar ("Amor") ou o intimismo universal (e robótico) sussurrado por Björk ("All Is Full of Love") Já para quem passa 14 de fevereiro à espera que o dia acabe, como Brian Molko, dos Placebo ("Taste in Men"), dança sozinho como Robyn ("Dancing on My Own") e Marisa Monte ("Dança da Solidão") ou nem quer ouvir falar em relações amorosas, à imagem de Kelis ("Trick Me") ou dos Hole ("Violet"), deixamos outras sugestões que incluem também a procura de sangue novo dos Eels ("Fresh Blood") ou a desilusão em modo dançável dos The Knife ("Handy-Man"), entre muitos outros. Sade Adu, uma das nossas vozes de cabeceira quando o amor é o tema, surge nas duas playlists com uma canção em que tudo corre bem ("Sweetest Taboo") e outra em que nada dura para sempre ("No Ordinary Love"):<

Uma playlist para os namorados...

... e uma para os outros:

@Gonçalo Sá

Comentários