Artigo

Festival Músicas do Mundo com quase 50 concertos ao longo de nove dias

O cartaz para os nove dias de Festival Músicas do Mundo, que começa hoje, inclui 47 concertos de diferentes géneros e geografias, em Porto Covo, até domingo, e depois em Sines, até 25 de julho.



A 17.ª edição do Festival Músicas do Mundo (FMM) abre hoje portas com um português, como é de tradição. Caberá a Janita Salomé dar início a nove dias de música, às 19:00, na aldeia alentejana de Porto Covo, seguindo-se os grupos Forabandit (Occitânia/Turquia/Líbano, 21:45) e Esko Järvelä Epic Male Band (Finlândia, 23:15).

Os músicos portugueses vão assegurar presença ao longo do festival, com o coletivo Simply Rockers Sound System (dias 20 e 21), o fadista Ricardo Ribeiro (dia 22), o multi-instrumentista Bruno Pernadas (dia 24), a rapper Capicua (dia 24) e quatro DJs com raízes são-tomenses, Blacksea Não Maya e Marfox (dia 24).

É de África que chegam os nomes mais consagrados do cartaz do festival – Salif Keita e Toumani Diabaté e o filho Sidiki, os três do Mali, e o nigeriano Orlando Julius (acompanhado pelos britânicos The Heliocentrics), entre outros –, que, este ano, decidiu apostar em novos nomes e projetos mais urbanos, alguns conduzidos por mulheres.

Além dos concertos, há mais para fazer no FMM, desde os ateliês para crianças às ‘masterclasses’ para músicos e estudantes de música, passando pela tradicional Feira do Livro e do Disco e pela projeção dos filmes “Asilo – O Poder dos Índios Potiguara” (dia 22) e “I Love Kuduro” (dia 25).

A última edição do FMM recebeu quase 90 mil espetadores e, desde 1999, já passaram por Sines (e Porto Covo) cerca de 850 mil pessoas.

@Lusa

Comentários