Artigo

Leonard Cohen vence Prémio Príncipe das Astúrias das Letras

O músico e poeta canadiano Leonard Cohen venceu o Prémio Príncipe das Astúrias das Letras de 2011, foi hoje anunciado em Oviedo, Espanha.<

Os canadianos Alice Munro e Leonard Cohen e o romancista inglês Ian McEwan eram os três finalistas da edição deste ano do Prémio Príncipe de Astúrias das Letras, depois da penúltima ronda de debate do júri do galardão.

Depois de eliminar 29 candidatos, entre eles o escritor português António Lobo Antunes, o júri escolheu hoje entre a escritora Munro, o poeta e músico Cohen e o escritor McEwan.

O júri, que iniciou as deliberações na terça-feira em Oviedo, é composto por escritores como Andrés Amorós, Juan José Armas Marcelo, Fernando Sánchez Dragó e Berta Pitán e pela diretora do Instituto Cervantes, Cármen Cafarell.

O galardão é o reconhecimento da personalidades cujo trabalho criativo ou de investigação representa uma contribuição relevante para a cultura universal nos campos da literatura ou da linguística.

No ano passado, o vencedor foi o escritor libanês Amin Maalouf. Vargas Llosa, Camilo José Cela, Günter Grass, Doris Lessing, Paul Auster, Cláudio Magris, Amos Oz foram alguns dos outros galardoados em edições anteriores na área das Letras.

Os Prémios Príncipe das Astúrias, de atribuição anual, contemplam as seguintes áreas: Comunicação e Humanidades, Ciências Sociais, Artes, Letras, Investigação Científica e Técnica, Cooperação Internacional, Concórdia e Desportos.

O prémio das Letras é o quinto a ser concedido este ano.

Cada um dos oito galardoados receberá 50 mil euros.

SAPO/Lusa

Comentários