Pessoa

Boris Vian

Boris Vian

  • FR

  • Nasceu a 10 de Março de 1920

  • Faleceu a 23 de Junho de 1959

Boris Paul Vian (Ville-d'Avray, 10 de Março de 1920 — Paris, 23 de Junho de 1959), escritor francês.

Boris Paul Vian (Ville-d'Avray, 10 de Março de 1920 — Paris, 23 de Junho de 1959), escritor francês.

Após o ensino liceal, em Paris, onde estudou principalmente línguas ( latim, grego e alemão), foi admitido na École Centrale des Arts et Manufactures, em 1939, onde se diplomou em Engenharia Mecânica, em 1942. Levou uma vida boémia, vindo a construir um percurso multifacetado, da literatura à música. É a sua passagem pela empresa AFNOR, de onde foi despedido pelos conflitos com os seus superiores, a quem corrigia constantemente erros ortográficos, que retrata em Vercoquin et le plancton ( 1947). Antes disso já havia publicado, em 1944 e 1945, sob os pseudónimos Bison Ravi e Hugo Hachebuisson. Assinou peças de teatro, contos literários, letras musicais e romances, entre os quais se destaca A Espuma dos Dias, considerada por muitos a sua obra-prima. Com uma atitude por vezes surrealista, Vian procurou que a sua escrita transmitisse a capacidade que a língua tem de apresentar um mundo imaginário mais real e revelador do que a rotina da vida normal, diária e banal.

A sua doença obrigou-o a deixar de tocar jazz – chegou a ser, ainda na década de 1930, trompetista no Hot Club de França – e os últimos anos da sua vida foram passados na dependência de medicação, vindo a morrer por insuficiência cardíaca, depois de um ataque de coração, ocorrido quando via a adaptação do seu livro Irei Cuspir-vos nos Túmulos, no Cinema Marbeuf.

Retirado de Sapo Saber a 26-07-2010

Comentários