Pessoa

Irene Dunne

Irene Marie Dunn

  • US

  • Nasceu a 20 de Dezembro de 1898

  • Faleceu a 04 de Setembro de 1990

Irene Dunne (Louisville, Kentucky, EUA em 20 de Dezembro de 1898 – Los Angeles, Califórnia, EUA em 4 de Setembro de 1990), foi uma actriz dos Estados Unidos da América.

Irene Dunne (Louisville, Kentucky, EUA em 20 de Dezembro de 1898 – Los Angeles, Califórnia, EUA em 4 de Setembro de 1990), foi uma actriz dos Estados Unidos da América.

Biografia


Nascida Irene Maria Dunne, de uma família de formação católica, ela estudou em um convento e depois em um colégio católico e em 1918 era uma simples professora quando começou a fazer aulas de canto e de arte dramática.

Frequentou a Academia de Música de Chicago e, em 1920, estreou no teatro naquela cidade. Em 1922 estreou em Nova Iorque, na peça The Climbing Vine. Em 1924 estreou na Broadway em Lollipop, e em 1928, nos Shows Lucky Girl e She’s My Baby. Atingiu a fama durante turnê pelos EUA, com o papel de Magnólia na peça Showboat, de Florence Ziegfeld.

Em Hollywood, seu primeiro filme foi Leathernecking (não exibido no Brasil), uma comédia musical baseada numa peça de Richard Rogers e Lorenz Hart. Depois veio Bachelor Apartment ("O Árbitro do Amor"), pela RKO, em 1931.

Foi indicada cinco vezes para o Oscar e seus maiores sucessos no cinema foram: "Cimarron" em 1931, que recebeu o Óscar de filme; "Esquina do Prazer" em 1932; "Sublime Obsessão" em 1935; "Roberta" em 1934; "Magnólia" em 1936; "Cupido é Moleque Teimoso" em 1937; "Duas Vidas" em 1939; "Minha Esposa Favorita" em 1940 e "Ana e o Rei do Sião" em 1946.

Fez uma brilhante carreira como actriz, cantora e comediante e se casou apenas uma vez, em 1928, com o dentista Francis Griffin, adoptando uma filha e vivendo com ele até o seu falecimento, em 1965.

Encerrou sua carreira em 1952 em "Folhas da Ilusão", passando a se dedicar a causas sociais. Em 1957 foi designada Delegada Alternativa na 20ª sessão da Assembléia Geral das Nações Unidas.

Retirado de Sapo Saber a 14-09-2010

Comentários