Pessoa

Rachel Weisz

Rachel Hannah Weisz

  • GB

  • Nasceu a 07 de Março de 1970

O pai, George Weisz, é um judeu húngaro inventor que fugiu com a sua família para a Inglaterra a fim de escapar da perseguição Nazi. A mãe, Edith, é a uma psicanalista católica, nascida em Viena, Áustria e aspirante a at...

O pai, George Weisz, é um judeu húngaro inventor que fugiu com a sua família para a Inglaterra a fim de escapar da perseguição Nazi. A mãe, Edith, é a uma psicanalista católica, nascida em Viena, Áustria e aspirante a actriz. Weisz foi educada da maneira judaica.

Weisz graduou-se com 2:1 na Universidade de Cambridge, onde co-fundou um grupo de Artes Cénicas chamado "Cambridge Talking Tongues", o qual produziu o filme "Slight Possession", premiado no Festival de Edinburgo.

O papel que a catapultou à ribalta foi o de Gilda na peça Design For Living do director Sean Mathias, em 1995, no teatro de Gielgud. Tendo já trabalhado para televisão, na sua maioria em séries britânicas como Inspector Morse (1993), Rachel fez a sua introdução no cinema com o filme, de 1995, Chain Reaction e depois no filme de Bernardo Bertolucci, Stealing Beauty. Continuou pelo cinema com She Swept from the Sea, The Land Girls, e com o filme de Michael Winterbottom, I Want You. Desde então entrou em numerosos filmes como o The Mummy (1999), Enemy at the Gates (2001), About a Boy (2002), Runaway Jury (2003) e o Constantine (2005).

Em relação ao teatro, Rachel teve papéis como o de Catherine na produção londrina de Tennessee Williams' Suddenly Last Summer e de Evelyn na peça de Neil_LaBute, The Shape of Things no Teatro Almeida.

Numa entrevista recente, Rachel expressou a sua admiração por Harry Houdini, David Bowie, Jimi Hendrix, Janis Joplin e Jackie Onassis, entre outros, mas foi ao cantor Elvis Presley que guarda melhores elogios.

Em 2005, Rachel Weisz actua no filme The Constant Gardener "O Jardineiro Fiel", uma adaptação do thriller de John le Carré homónimo cuja acção se passa no Kenya. Por causa deste papel, Rachel ganhou o Óscar em 2006 para Melhor Actriz num papel secundário, o Golden Globe para melhor Actriz Secundária e o Screen Actors Guild para desempenho extraordinário de uma Actriz num papel secundário. No seu país, foi galardoada com uma nomeação para Actriz Principal nos BAFTA e com um London Critics Circle Film Award e um British Independent Film Award.

Em 2006, Rachel Weisz entra no filme The Fountain, escrito e realizado pelo seu noivo, Darren Aronofsky. No mesmo ano, entrou na produção nova-iorquina de August Strindberg, Miss Julie, interpretando o papel principal. Em 2006, ela também emprestou a sua voz a dragão Saphira, da saga Eragon, que estreou no cinema em Dezembro.

Retirado de Sapo Saber a 11-08-2009

Comentários