Pessoa

Virgílio Teixeira

Virgílio Gomes Delgado Teixeira

  • PT

  • Nasceu a 26 de Outubro de 1917

  • Faleceu a 05 de Dezembro de 2010

Actor português natural do Funchal. Nasceu no dia (26 de Outubro de 1917)

Actor português natural do Funchal. Nasceu no dia (26 de Outubro de 1917)

Biografia


De seu nome completo Virgílio Gomes Delgado Teixeira vive na terra natal depois de ter deixado a carreira cinematográfica em 1967 a que, porém, regressou esporadicamente bem como para intervenções televisivas (1984-85: telenovela Chuva na Areia, real. de Nuno Teixeira). Estreou-se no cinema como figurante em O Costa do Castelo (1942, de Arthur Duarte) e rapidamente chegou ao topo no cinema português, considerado como um dos galãs mais populares: Ave de Arribação (1943, de Arm. de Miranda), Um homem às Direitas (1944, de Jorge Brum do Canto), A Noiva do Brasil (1944, de Santos Mendes), José do Telhado (1945, de Arm. de Miranda), Ladrão, Precisa-se!... (1946, de J. Brum do Canto), A Mantilha de Beactriz (1946, de Eduardo Garcia Maroto), Cais do Sodré (1946, de Alejandro Perla), Três Espelhos (1946, de Ladislao Vadja), Fado - História de uma Cantadeira (1947, de Perdigão Queiroga), Uma Vida para Dois (1948, de Arm. de Miranda), Heróis do Mar (1948, de Fernando Garcia), A Volta do José do Telhado (1949, de Arm. de Miranda), Ribatejo (1949, de H. Campos), Dois Dias no Paraíso (1957, de Arthur Duarte), Passagem de Nível (1965, de Américo Leite Rosa), O Crime de Simão Bolandas (1978, de Jorge Brum do Canto), notabilizando-se como protagonista de A Mulher do Próximo (1988, de J. Fonseca e Costa). Em 1944 fizera a sua primeira intervenção no cinema espanhol (Cero en la Conducta, de F. Topel) para onde continuou a ser solicitado continuadamente durante mais de vinte anos, ao mesmo tempo que a sua carreira internacional o levou à colaboração com as cinematografias britânica, italiana, norte-americana e peruana. Tal como no caso de António Vilar, o vedetismo de Virgílio Teixeira, galã que fez suspirar muitas espectadoras nas salas dos cinemas, assenta, também, e fundamentalmente, nas interpretações cinematográficas, uma vez que, apenas em 1964, e por duas vezes, esteve no Tablado do T. Avenida.

Retirado de Sapo Saber a 09-11-2009

Notícias Relacionadas

Comentários