Artigo

De Marrocos à Coreia do Sul: FMM Sines junta mais nove artistas ao cartaz

O grupo marroquino N3rdistan, o trio brasileiro Metá Metá e o trio sul-coreano The Barberettes são alguns dos nove artistas que se juntam em julho ao Festival Músicas do Mundo de Sines, revelou hoje a organização.

São artistas que "começam agora a chegar aos públicos internacionais da música ao vivo ou que estão finalmente a receber o reconhecimento merecido", explica o festival, marcado de 21 a 29 de julho em Sines e Porto Covo.

De Marrocos chegará o quarteto N3rdistan, do cantor Walid BenSelim com a rapper Widad Brocos, com um repertório que junta o rap e a poesia do Levante, enquanto de Israel se apresentará A-Wa, trio de irmãs que combinam "o folclore iemenita judaico com a música de dança".

Outros dois trios estarão presentes em Portugal: Os Metá Metá, de São Paulo, praticantes de música afro-brasileira, e The Barberettes, de Seul, "que recupera a tradição dos grupos de 'doo-wop dos anos 1950 e 1960".

O FMM de Sines convida ainda a descobrir a música de protesto dos sul-africanos BCUC (abreviatura de Bantu Continua Uhuru Consciousness), a "sinfonia dançável" da dupla dinamarquesa Den Sorte Skole e a travessia pela música jamaicana dos portugueses Simply Rockers Sound System.

Do contingente hoje anunciado para Sines fazem parte também ÌFÉ, de Otura Mun, radicado em Porto Rico, e os colombianos Romperayo, quarteto instrumental que faz uma "incursão pelos sons psicadélicos da cumbia dos anos 70", pela música eletrónica e pelo jazz.

Organizado pela câmara municipal de Sines, com direção artística de Carlos Seixas, o FMM Sines já anunciou antes a presença de vários artistas para esta edição, entre os quais Cristina Branco (Portugal), Emicida (Brasil), Fatoumata Diawara & Hindi Zahra (Mali/Marrocos), Mateo Kingman (Equador), Mercedes Peón (Espanha), Oumou Sangaré (Mali) e Tiken Jah Fakoly (Costa do Marfim).

Comentários