Artigo

MAAT: Museu de Arte e Arquitetura celebra um ano com entradas gratuitas

O Museu de Arte, Arquitetura e Tecnologia (MAAT), em Lisboa, vai celebrar um ano de atividade a 5 de outubro com entradas gratuitas e um programa de atividades, revelou hoje à agência Lusa o diretor, Pedro Gadanho.

Em declarações à margem da visita guiada à exposição "Tensão & Conflito - Arte em vídeo após 2008", que inaugura hoje, às 19:00, e abre ao público na quarta-feira, o responsável indicou que aquela "será uma data de celebração".

"Nesse dia, o público poderá entrar gratuitamente nas nossas exposições, e haverá um programa de atividades que ainda está a ser finalizado", indicou.

Há um ano, no dia da inauguração, no feriado nacional de 5 de outubro, o recinto e interior do MAAT, na zona de Belém, acolheu mais de 60 mil pessoas, segundo números divulgados na altura pela Fundação EDP.

Cerca de 22 mil pessoas visitaram as exposições na Central Tejo e no novo edifício, desenhado pela arquiteta britânica Amanda Levete, do ateliê AL_A, cuja inauguração aconteceu com uma programação paralela de concertos, exibição de filmes e performances, que decorreram entre as 12:00 e a meia-noite.

O novo edifício abriu com a instalação "Pynchon Park", da artista francesa Dominique Gonzalez-Foerster, que ocupava toda a sala oval, e a Central Tejo apresentou "The World of Charles and Ray Eames", sobre a obra dos dois designers, e "Segunda Natureza", que reunia peças de arte contemporânea portuguesa da Coleção de Arte da Fundação EDP.

O MAAT envolve um espaço global de 38 mil metros quadrados na frente ribeirinha, na zona de Belém, e o novo edifício custou 20 milhões de euros.

Comentários