Artigo

Mostra de Teatro do Douro é palco para divulgação de companhias amadoras

A Mostra de Teatro do Douro, que arranca sábado, em Sabrosa, distrito de Vila Real, aposta nas comédias e quer ser um palco para a divulgação do trabalho das companhias amadoras, anunciou hoje a organização.

O evento, promovido pela Associação Vale d’Ouro, com sede no Pinhão, concelho de Alijó, promove, até ao dia 13 de maio, seis espetáculos pelo Douro, desde o Pinhão (Alijó), Sabrosa, Santa Marta de Penaguião, Peso da Régua e Mesão Frio.

Segundo a organização, a iniciativa aposta nas comédias para animar as populações e pretende ser um palco para as companhias amadoras dos distritos de Vila Real e de Viseu divulgarem o seu trabalho.

Estes grupos juntam, em muitos casos, encenadores e atores que repartem o seu tempo no teatro com as atividades profissionais e que representam sem honorários.

Esta nova edição arranca no sábado, em Sabrosa, com a peça “Os Turistas”, do Grupo de Teatro Aldeia Verde de Lazarim.

Esta companhia apresenta um texto de Luís Gonçalves, que conta a história de um grupo de turistas, onde se inclui o fugitivo de um manicómio, e que foi encenada por Lurdes Silva.

Depois, na véspera do dia da Liberdade, segunda-feira dia 24 de abril, o Pinhão recebe “Isto… só à Bomba”, pela mão do CAST - Pesqueira em Palco, grupo que participa no certame pela segunda vez com uma comédia de cariz político

Até 13 de maio, o Teatro Fórum Boticas apresenta “Alice no País das Maravilhas”, em Santa Marta de Penaguião, o grupo de teatro do Centro Cultural Lordelense leva o “Soldado Fanfarão” a Mesão Frio, e o Teatro Experimental Flaviense termina esta mostra com o “Bailado Russo”, no Pinhão.

As entradas nestes espetáculos são gratuitas.

Comentários