Artigo

Sexto encontro de fado realiza-se na Amadora

A fadista Maria Emília abre hoje, nos Recreios da Amadora, nos arredores de Lisboa, o 6.º Encontro de Fado da Amadora, que se prolonga até ao próximo sábado.

Hoje atua Maria Emília, na sexta-feira Joana Amendoeira, e no sábado Fábia Rebordão. Maria Emília, natural de São Paulo, no Brasil, começou a frequentar o meio fadista no Minho, acompanhada pelo pai, designadamente na Taberna do Ganso, em Vila Nova de Famalicão.

Segundo informação da autarquia da Amadora, Maria Emília “atuou nas casas de fado mais emblemáticas, como Restaurante Típico Tipóia, Restaurante Já Disse, Adega Machado, o Forcado entre outras”, tendo já atuado além-fronteiras.

Joana Amendoeira é apontada como “uma das vozes mais relevantes da Nova Geração do Fado, fiel às suas bases mais tradicionais”. No palco dos Recreios da Amadora vai estar em destaque o seu mais recente álbum “Muito Depois”, com produção e direção musical do poeta Tiago Torres da Silva.

Fábia Rebordão é “unanimemente considerada como uma das vozes de referência do fado novo”, afirma a mesma fonte. Em 2012 a intérprete recebeu o Prémio Revelação Amália Rodrigues.

Comentários