Artigo

Taylor Swift acusa DJ de assédio sexual: "Senti-me violada"

Em 2015, Taylor Swift instaurou um processo contra o DJ David Mueller.

Durante um meet & greet em 2013, Taylor Swift alega que foi assediada pelo DJ David Mueller. A fotografia do encontro entre a cantora e o produtor foi apresentada como prova e nunca será divulgada, garantiu o tribunal onde o caso está ser julgado.

Depois de Swift ter apresentado queixa, o DJ foi também despedido da rádio onde trabalhada em 2013. Dois anos depois, David Mueller apresentou um recurso onde alega que o "assédio foi acidental".

No passado dia 21 de outubro, Taylor Swift contou em detalhe o que terá acontecido, revela a Billboard. "No momento em que tiramos a fotografia, ele levantou o meu vestido para me apalpar (...) Foi completamente intencional", frisa a artista.

O processo irá continuar a ser julgado nos próximos meses.

Comentários