Artigo

Alcoitão e Porto acolhem edição deste ano do Natal dos Hospitais

55ª edição da iniciativa decorre esta quinta-feira, 17 de dezembro.

Catarina Furtado (na foto) e João Baião vão conduzir a emissão do "Natal dos Hospitais" a partir de Alcoitão. No Porto, a apresentação cabe a Sónia Araújo e José Carlos Malato a partir do Hospital de São João.

Entre as 09:00 e as 20:00 desta quinta-feira, 13 de dezembro, o programa célebre da televisão portuguesa dará uma nova vida aos hospitais.

O Coro dos Pequenos Cantores da Maia, Ricardo Reis Pinto, Avô Cantigas, Bandalusa, Trio Odemira, Augusto Canário e Amigos, Tayti, Quim Barreiros, Padre Borga, Filipa Sousa, Ana Malhoa, José Malhoa e Índia Nalhoa, Jorge Vadio, Santamaria, Vozes da Rádio, Joana Amendoeira, Sete Saias, Marco Paulo e Bombocas são alguns dos artistas que não vão faltar à chamada.

A estes juntam-se ainda, entre outros, Mila Ferreira, Lucky Duckies, UHF, Neno, Luís Filipe Reis, Cabaret Fortuna, Toy, Teresa Tapadas, David Carreira, Perfume, Adelaide Ferreira, Ágata, Leandro, Mónica Sintra, Emanuel, Mickael Carreira e Tony Carreira.

Por este evento irão também passar dezenas de rostos de todas as áreas da RTP, tais como João Fernando Ramos, Carlos Manuel Albuquerque, Hélder Reis, Cristina Esteves, os cinco apresentadores do "5 Para a Meia-Noite", Rita Marrafa de Carvalho, Sílvia Alberto, Rosário Salgueiro, Luís Aleluia, Fernando Mendes, Hugo Gilberto, Carlos Daniel, Bruno Nogueira, Mário Augusto e filha, Júlio Isidro, Dina Aguiar, entre outros.

Várias personalidades e entidades nacionais quiseram desde a primeira hora associar-se a este evento de Natal e desejar a todos os doentes uma rápida recuperação. Manuel de Lemos, da União das Misericórdias, o ministro da Saúde Paulo Macedo, o provedor da Santa Casa da Misericórdia de Lisboa Pedro Santana Lopes e ainda a primeira-dama. Maria Cavaco Silva, irão passar pelos palcos do "Natal dos Hospitais".

O humor também terá destaque nesta festa através de alguns "quadros" interpretados por atores convidados.

O Coro de Santo Amaro de Oeiras fecha, como é hábito, esta operação que envolve quase uma centena de profissionais da RTP.

Comentários