Artigo

Ator de «The Shield» declara que não matou esposa

O ator norte-americano Michael Jace, conhecido pela série policial "The Shield" e pela participação no filme "Forrest Gump", declarou-se inocente no caso do assassinato da sua esposa, morta no mês passado na sua casa em Los Angeles.

Jace, de 51 anos, é acusado pela Justiça de ter disparado contra April Jacem, de 40 anos, durante uma discussão ocorrida na noite de 19 de maio.

A Justiça determinará na audiência marcada para 1º de agosto se há provas suficientes para Jace ser julgado em tribunal. Se for condenado, pode ter uma pena de até 50 anos de prisão, de acordo com o procurador distrital do condado de Los Angeles (oeste dos Estados Unidos).

Jace está detido desde 20 de maio, depois de não ter conseguido pagar a fiança de 2 milhões de dólares imposta pela justiça.

Na noite do assassinato, o ator ligou para os serviços de emergência para contar o que aconteceu.

Os agentes policiais constataram que vários tiros foram disparados na casa, de acordo com uma detetive do Departamento de polícia de Los Angeles.

Os dois filhos do casal, menores de 10 anos, estavam na casa e presenciaram o crime.

Jace é conhecido pela sua participação em séries como "O Mentalista", "Clínica Privada", "CSI" e também em filmes como "Forrest Gump" ou "Planeta dos Macacos". O seu papel mais importante foi em "The Shield", onde interpretou o agente Julien Lowe.

@AFP

Comentários