Artigo

Canal História estreia série que aposta na imagem e no cheiro

O Canal História estreia em exclusivo a sua mais ambiciosa superprodução, "The World Wars", todas as segundas-feiras a partir do dia 15 de setembro, pelas 22 horas. E vai tentar recriar os aromas dos protagonistas.

"The World Wars" é uma série de seis episódios que retrata a I e II Guerras Mundiais centrando-se na evolução e no papel que desempenharam os seus protagonistas: Winston Churchill, Adolf Hitler, Franklin D. Roosevelt, Hideki Tojo, Benito Mussolini e Josef Estaline.

Estreada nos EUA com uma audiência de 3,4 milhões de telespectadores, "The World Wars" destaca-se pela abordagem cinematográfica, recurso a imagens 3D e aplicação de tecnologia de ponta no que respeita a infografias. Como complemento, desenvolveu ainda aromas personalizados para cada protagonista.

Filmada na Europa e EUA, a série alterna entre entrevistas e material de arquivo com referências autênticas de eventos históricos. Além disso, "The World Wars" colabora com personalidades como o General Colin Powell, antigo Primeiro-Ministro italiano Mario Monti e antigo Primeiro-Ministro britânico John Major.

Com apenas 20 anos a separar os dois conflitos mais cataclísmicos do séculos XX, muitos historiadores defendem que não são duas guerras separadas, mas um conflito contínuo que primeiramente afetou os europeus e eventualmente se estendeu a todo o mundo.

“Esta série apresenta de forma única as duas Grandes Guerras como um só acontecimento devastador, uma perspetiva inédita em televisão que a única coisa que os telespectadores não vão sentir a partir do sofá de sua casa é o cheiro de guerra e dos seus protagonistas. A partir desta ideia resolvemos lançar o desafio a um perfumista português para recriar o aroma específico de cada protagonista, com o objetivo de oferecer aos telespectadores e fãs do História uma experiência única e completa, fornecendo-lhes a única coisa que não pode dar a série, o cheiro das personagens”, explica Carolina Godayol, diretora geral do The History Channel Ibéria

Para promover "The World Wars", o Canal História leva os telespectadores a descobrir os aromas da história pela mão do perfumista Lourenço Lucena, que teve como desafio recriar e atribuir um aroma específico a cada protagonista da série, com a ajuda e participação de João Neto, o historiador responsável pela investigação e descrição profunda das seis personalidades.

A partir do dia 11 de setembro, o público pode aceder aos aromas recriados numa visita às lojas MEO. As lojas MEO do Porto, Lisboa, Portimão e Coimbra vão receber um expositor com as seis fragrâncias criadas, oferecendo aos visitantes uma experiância sensorial e experimental. Será disponibilizado também junto de cada fragrância imagens e informação das personalidades, bem como pequenos vídeos da série.

- loja MEO Porto - Rotunda da Boavista (11 a 27 de setembro)
- loja MEO Lisboa – Chiado (11 a 27 de setembro)
- loja MEO Portimão – Aqua Portimão (11 a 18 de setembro)
- loja MEO Coimbra – Dolce Vita Coimbra (19 a 27 de setembro)

Lourenço Lucena explica a escolha dos armoas de cada protagonista:

Estaline
"Podia ter de imediato o aroma do ferro numa referência ao seu nome Stalin - em russo “homem de aço”, adotado numa fase avançada da sua vida.
Ainda assim, este homem hábil e maquiavélico, que soube construir a sua ascensão ao poder com jogadas estrategicamente pensadas habilidosamente executadas, foi igualmente determinante para a história do seculo XX.
O aroma que lhe associo é o aroma do gelo e do frio, misturado com o aroma da floresta por onde muitos soldados combateram. Mais do que o próprio adversário de guerra, as condições atmosféricas tornavam-se o seu principal inimigo dada a mortalidade que lhe estava associada. Destas noções surge o aroma de Estaline. e que tiveram como seu principal inimigo, em muitos casos muito mais mortal que o próprio adversário de guerra.
Na Rússia, o grande adversário foi o frio e por essa razão o aroma que escolhi foi este."

Mussolini
"Era um homem de excessos e os seus discursos inflamados eram uma encenação teatral e quase imperial.
Se o café podia ser um aroma que lhe podíamos associar pela conquista da Etiópia em 1935, que levou à introdução do café nos hábitos italianos, o aroma que lhe associo mais imediatamente é uma composição floral intensa e majestosa com a flor roxa de íris, ostensiva e imperial como um manto real."

Churchill
"O seu perfil aromático podia ser dividido em dois: homem e político. Enquanto homem amante da pintura a aguarela, de um bom charuto e de um bom copo de vinho ou whisky.
Enquanto político, um homem perspicaz que via mais longe e com uma personalidade de líder, determinado e arguto. O seu papel foi determinante para o curso da história e do desenrolar das duas Grandes Guerras do século XX.
O aroma que o personifica é uma composição segura e masculina, em que se destacam a riqueza da folha de tabaco, intensa como a sua personalidade conjugada com o aroma adocicado da folha de figueira numa referência á sua proximidade com o campo, fechando com nota amadeirada reflexo da sua segurança e determinação."

Hitler
"Figura marcante do século XX pelos motivos que sabemos, Hitler era um homem disciplinado e de hábitos.
Numa metáfora do que ele representou ao ceifar milhares de vidas, podíamos associar o aroma da relva acabada de cortar, isto é, o corte da vida quando ela rebentava e se preparava para crescer, o aroma que lhe associo é uma composição do aroma do óleo dos tanques de guerra que invadiram a Europa associado ao aroma da madeira queimada numa referência à destruição de tudo por onde passavam."

Roosevelt
"Uma figura determinante na história do século XX. Nascido em Nova Iorque, podia associar o aroma da maçã, numa analogia à Big Apple ou a um ramo de rosa em referência à origem do seu apelido materno holandês, originalmente Roosevelt, jardim de rosas.
Ainda assim, Roosevelt que se viu enfraquecido por uma poliomielite tardia era um homem seguro mas discreto. O aroma que o caracteriza é uma brisa marinha, numa clara referência ao desembarque da Normandia e aos aromas que as tropas americanas então sentiram no desembarque na costa francesa e que marcou o início do fim da Guerra."

Tojo
"Chegou a primeiro-ministro inesperadamente e com surpresa acabou por ser uma figura importante na II Grande Guerra.
Homem discreto e de uma lealdade ímpar, o imperador Tojo tem como aroma associado a flor de cerejeira, num bouquet floral, numa clara alusão a um dos símbolos do Japão e tão amado e respeitado como a bandeira ou o hino nacional."

Comentários