Artigo

Criador de «Family Guy» condena vídeo falso sobre atentado de Boston

O criador de "Family Guy", Seth MacFarlane, condenou na terça-feira um vídeo falso do programa, divulgado na internet, que mostra o protagonista da série de animação a utilizar um telemóvel para causar as explosões na maratona de Boston.



O vídeo falso é baseado em cenas de um episódio da série exibido mês passado e que foi retirado pelo canal Fox do seu serviço online Hulu.com na segunda-feira.

"O vídeo editado de Family Guy que atualmente circula é repugnante. O facto foi um crime e uma tragédia, e meus pensamentos estão com as vítimas", escreveu MacFarlane no Twitter.

No vídeo, o protagonista da série, Peter Griffith, utiliza um telemóvel para despoletar as explosões, a fim de vencer a maratona.

No episódio completo original, "Turban Cowboys", exibido mês passado, Peter Griffith torna-se muçulmano e descobre que é parte de um plano terrorista para destruir uma ponte. O episódio foi retirado dos sites Fox.com e Hulu.com, informou a Fox.

Uma porta-voz disse que a decisão foi tomada de forma independente da controvérsia provocada pelo vídeo falso. A fonte disse ainda que está de acordo com as decisões que tanto a Fox como outras emissoras tomam regularmente quando histórias de ficção inadvertidamente entram em conflito com factos da vida real.

@AFP

Comentários