Artigo

Cristina Ferreira prepara mudanças na TVI

Diretora de conteúdos não informativos da TVI desde o princípio do mês, Cristina Ferreira teve a primeira prova de fogo na gala natalícia da Missão Sorriso. Nesta conversa com o SAPO TV, a apresentadora de "Você na TV!" sublinha que está a “entrar devagarinho” no seu papel de chefe e promete algumas mudanças já para janeiro.

A gala Missão Sorriso foi o seu primeiro grande momento como diretora. Como se sentiu?
Foi um grande momento mas eu não tive grande intervenção, porque a gala já estava toda programada. Foi feita com a prata da casa, como costumamos fazer, e o único convidado foi mesmo o Tony Carreira. Todos fizemos o nosso papel, confirmando, mais uma vez, que somos uma equipa que se dá à brincadeira, que festeja o natal desta forma divertida e que não tem medo de mostrar as suas fragilidades, pois não dançamos e cantamos assim tão bem [risos]. Essa será sempre uma marca TVI e é para manter.

Qual é o balanço que faz deste ano?
Foi um grande ano, o Pai Natal por mim pode ficar na Lapónia, não precisa de me trazer mais presente nenhum. Foi um ano emocionante, foi tudo tão rápido, aconteceu tanta coisa para mim! Foi um ano de batalhas, muito preenchido e de muitas conquistas. Sei que 2014 vai ser um ano de muito trabalho e de uma batalha mais dura ainda.

O que mudou na sua vida desde que assumiu as funções de diretora, a 1 de dezembro?
Mudou o tempo que passo na TVI e a forma como estou atenta aos conteúdos da estação. Dezembro é um mês de muitas festas, há muita coisa que temos de equilibrar e há que começar a mexer agora a partir de janeiro, embora a TVI nunca tenha parado de o fazer. Há uma equipa já constituída e eu só venho acrescentar...

Vem acrescentar o quê?
Venho acrescentar enquanto pessoa e enquanto profissional e dar a minha visão da televisão, que pode vir a ser uma surpresa. Essa visão, enquanto criativa, já está muito presente no "Você na TV!" e também noutros trabalhos que faço. Mas há muita coisa que ainda não domino e tenho de aprender e cá estou eu para, devagarinho, começar esta minha nova tarefa de direção.

O que gostaria de conquistar em 2014?
Que a TVI ganhasse todos os dias, como ganhou em 2013, e que chegássemos ao fim de 2014 a festejar essa liderança.

Comentários