Artigo

Da série de Nuno Markl ao novo programa de Sónia Araújo: RTP apresenta nova grelha de programas

A RTP apresentou a nova grelha de programação no Museu de Arte, Arquitetura e Tecnologia, em Lisboa.

O MAAT, Museu de Arte, Arquitetura e Tecnologia, em Lisboa, foi o palco para a apresentação da nova grelha da RTP, sob o mote "Estação Aberta".  A apresentação do evento esteve a cargo de Eduardo Madeira e Inês Lopes Gonçalves.

"A diversidade é uma marca nossa. Queremos ser uma estação aberta à criatividade, ao talento nacional. A RTP hoje tem capacidade de atrair talento superior à de anos anteriores e o seu papel é ser uma plataforma aberta", frisou Gonçalo Reis, presidente do Conselho de Administração, no arranque da apresentação, frisando "que distribuir e comercializar internacionalmente os conteúdos também passa pelos objetivos futuros do canal público".

Séries

Na apresentação, a direção da estação pública sublinhou que a nova temporada vai ser focada na ficção nacional com a estreia de várias séries: “1986“, da autoria de Nuno Markl, estreia em novembro; “A Criação” chega à televisão a 19 de setembro; Já o primeiro episódio de “País Irmão” poderá ser visto a 11 de setembro; e “4Play” estreia a 28 de setembro, na RTP2.

As séries internacionais também não vão ficar de fora da nova grelha do canal: “Happy Valley” estreia a 15 de setembro; a segunda temporada de “Vitória” chega nas próximas semanas; e “Gerente da Noite” já está no ar na RTP2.

"Foi a primeira aposta que fizemos. Havia uma lacuna em Portugal: a não existência regular de séries. Cabia à RTP, até do ponto de vista cultural, fazer alguma coisa. E, por isso, a RTP, no seu conjunto, foi emissora e coprodutora de 17 séries desde janeiro de 2016. Isto significa que alguma coisa está a mexer na produção audiovisual”, explicou Nuno Artur Silva, da administração da RTP.

Entretenimento

Os sábados das próximas oito semanas estão a cargo do mágico Luís de Matos, que protagoniza o programa "Impossível". Já no próximo domingo, 10 de setembro, chega à RTP1 mais uma edição do "The Voice Portugal" com Mickael Carreira, Áurea, Anselmo Ralph e Marisa Liz.

Na apresentação, a RTP revelou ainda o novo programa de Sónia Araújo. Em "Cosido à Mão", a apresentadora vai dar conhecer a melhor costureira ou o melhor alfaiate do país.

A nova temporada do talk show das quintas-feiras da RTP1, "5 para a Meia Noite", também já tem data estreia. Filomena Cautela e companhia regressam a 14 de setembro.

Para Daniel Deusdado, diretor da RTP1, o canal tem "âncoras no entretenimento" que "dão tranquilidade e satisfação". "Sentimos que há uma relevância em relação àquilo que fazemos, que tem a ver com o facto de a RTP projetar os acontecimentos e projetar as tendências", explicou.

Documentários

Na apresentação, Nuno Artur Silva revelou ainda que a RTP está "à procura de documentários em vários países" e que o canal "voltou a marcar presença em festivais de documentários". "O caminho que apostámos seguir nas séries é direcionado agora para os documentários, sempre na aposta da diversidade", sublinhou.

Segundo o operador público, as noites de segunda-feira na RTP1 vão ficar reservadas a documentários sobre grandes temas, mas também a RTP3 dará lugar ao género com documentários de temas ligados à atualidade. Outra das novidades é a criação de biografias em documentário, como as de Natália Correia, Raúl Brandão, Rosa Mota, Eduardo Pinto Coelho, entre outros, com a chancela da RTP.

Comentários