Artigo

"Ficheiros Secretos": "Ofereceram-me metade do que queriam dar ao David", diz Gillian Anderson

Os novos episódios da minissérie de "Ficheiros Secretos" estreiam em Portugal esta terça-feira, 26 de janeiro.

A série "Ficheiros Secretos" regressou ao pequeno ecrã este fim de semana, nos EUA, e os novos episódios estreiam em Portugal esta terça-feira, dia 26, na FOX. Porém, de acordo com Gillian Anderson, o processo não foi simples.

"Como é habitual, ofereceram-me metade daquilo que queriam dar ao David", contou a atriz que veste a pele de Dana Scully na série ao The Hollywood Reporter. Segundo o jornal, Anderson conseguiu depois negociar um salário igual ao de Duchovny para os novos episódios.

Porém, em entrevista ao The Daily Beast, a atriz confessou estar desiludida com a situação. "Fico surpresa que os jornalistas não me façam perguntas sobre este assunto porque é a verdade. Especialmente neste momento em que as mulheres estão a falar sobre a realidade da desigualdade dos salários na indústria", comentou.

"Acho importante que isto [desigualdade salarial] seja  falado e ouvido. Foi chocante para mim, depois de todo o trabalho que tive no passado para ser paga de forma justa. Nem sei o que dizer sobre isto... é triste", sublinhou a atriz.

Ao The Hollywood Reporter, Gillian Anderson revelou ainda que nos anos 1990, a sua personagem em "Ficheiros Secretos" era tratada como uma personagem secundária e que tinha ordens para andar sempre uns passos atrás de Fox Mulder (David Duchovny). "Não me lembro quanto tempo durou ou se mudou depois de eu dizer que não tolerava. Não lembro de alguém me ter dito: 'Ok, agora podes andar ao lado dele'. Mas imagino que tenha mais a ver com a minha intolerância do que com um progresso que tenha sido feito", concluiu a atriz.

Os novos episódios da minissérie de "Ficheiros Secretos" estreiam em Portugal esta terça-feira, 26 de janeiro.

Comentários