Artigo

David Lynch abandona regresso de "Twin Peaks"

Seis meses depois de ter tweetado "aquela pastilha de que gostas vai voltar em grande estilo", David Lynch reafirma a continuação de "Twin Peaks" mas bate a porta devido ao baixo orçamento.

Depois de longas conversações, o realizador norte-americano explicou através do sua conta no Twitter que o orçamento para o regresso da série não era suficiente: "Após um ano e quatro meses de negociações, saí porque não recebi uma oferta suficiente de pagamento para fazer o guião da maneira que considerava que deveria ser feito".

David Lynch deixou vários comentários no Twitter, onde disse também que já conversou com todos os atores que estavam a preparar os nove novos episódios para 2016, 25 anos depois de a série ter sido cancelada no final da segunda temporada.

Na rede social, o cineasta sublinhou que "ama" o mundo de "Twin Peaks" e que "gostava que as coisas tivessem resultado de outra forma".

A Showtime, em comunicado enviado ao The Verge, mostrou-se surpreendida com a decisão repentina: "Ficámos tristes de ler o comunicado de David Lynch hoje, já que acreditávamos que estávamos a trabalhar para chegar a soluções com David e os seus agentes"

Apesar de tudo, o canal ainda tem esperança de relançar a série com os dois criadores, David Lynch e Mark Frost.

A série original foi protagonizada por Kyle MacLachlan, que interpretou o agente do FBI Dale Cooper, Sherilyn Fenn, Lara Flynn Boyle e Joan Chen. MacLachlan vai regressar ao papel na terceira temporada.

As duas temporadas de "Twin Peaks", exibidas em 1990 e 1991, foram seguidas por um filme, "Twin Peaks: Os Últimos Sete Dias de Laura Palmer", em 1992.

@AFP

Comentários