Artigo

Depois dos mortos, «The Walking Dead» centra-se na ameaça dos vivos

Novos episódios da terceira temporada da série estão prestes a regressar à FOX.

A luta pela sobrevivência do grupo liderado por Rick Grimes (Andrew Lincoln) e a caça ao zombie volta a preencher os serões de quarta-feira da FOX já a partir de 13 de fevereiro, às 22h20. Mais uma vez, estes novos episódios vão estrear em Portugal com uma diferença horária de apenas 72 horas em relação à estreia nos Estados Unidos.

Os espectadores vão poder assim assistir aos últimos oito episódios da terceira temporada de "The Walking Dead", que, segundo confirmação de alguns responsáveis pela sua produção, já foi renovada para uma nova temporada que poderá estrear no final deste ano de 2013.

Nos novos episódios, Rick Grimes e o seu grupo de sobreviventes terão agora de lutar não só contra os mortos (zombies), mas também enfrentar um novo desafio: os vivos. Rick e os seus aliados continuam a procurar refúgio num arruinado mundo pós-apocalíptico e rapidamente descobrem que existem forças mais poderosas a temer que apenas os zombies que têm vindo a enfrentar. A luta pela sobrevivência nunca foi tão perigosa.

Esta temporada também introduziu novos personagens na trama: o Governador (David Morrissey); Michonne (Danai Gurira) uma das personagens que os fãs da banda desenhada mais gostam; e Merle (Michael Rooker), que aparece no último episódio da primeira parte desta temporada, levando a um reencontro de irmãos.

A segunda parte vai trazer mais loucura, mais caos, mais dor aos ecrãs, assim como novas localizações, personagens mais completas e mortes chocantes. Prova disto foi o último episódio emitido, que terminou com o contra-ataque de Michonne ao Governador, acabando por deixar este último sem um olho. Agora a vingança do Governador é inevitável...

"The Walking Dead" tem como produtores executivos Glen Mazzara, Robert Kirkman, Gale Anne Hurd e David Alpert e, nos Estados Unidos, conseguiu sagrar-se como a série dramática mais vista na televisão por cabo entre os espectadores com idades compreendidas entre os 18 e os 54 anos, atingindo 9 milhões de espectadores no final da segunda temporada.

Comentários