Artigo

Disputa entre Matt Damon e Jimmy Kimmel continua: Agora é num avião da United Airlines

Matt Damon mantém uma "zanga" épica há mais de dez anos com Jimmy Kimmel.

A disputa entre Matt Damon e Jimmy Kimmel continua. Depois ter criticado a escolha do seu grande "inimigo" para apresentador dos Óscares, há um novo vídeo para alimentar "zanga".

Inspirado pelo caso de overbooking da United Airlines, Damon compara o ser expulso de um avião com o facto de ser constantemente afastado do programa de Kimmel.

A piada da grande "zanga" entre os dois começou em 2006, quando, desiludido no fim de um episódio mais fraco, o anfitrião do "Jimmy Kimmel Live!" decidiu pedir desculpas a Damon, "à espera nos bastidores" para ser entrevistado, por terem esgotado o tempo.

O nome surgiu por acaso como exemplo de uma grande estrela que nunca ficaria reservada para o fim de um programa, mas o produtor do talk show gostou da piada e Kimmel passou a repeti-la todas as noites.

A desculpa tornou-se popular e, alguns meses mais tarde, quando Damon foi convidado, surgiu uma luta em direto e não se realizou a entrevista.

Os desencontros sucederam-se e tudo piorou com um lançamento de um vídeo em 2008 com Sarah Silverman, então namorada de Kimmel, a confessar que estava a ter um caso com Matt Damon.

Desde então os dois não têm perdido uma oportunidade para manifestar o seu mútuo desdém e apesar de várias tentativas, o ator não foi entrevistado no programa até aos nossos dias.

Na cerimónia dos Óscares deste ano, Matt Damon também foi um dos alvos de Kimmel. O anfitrião mostrou disponibilidade para enterrar o machado de guerra, mas acabou por gozar logo a seguir com o facto de Damon ter desistido de fazer "Manchester by the Sea" para fazer "um filme chinês de rabo de cavalo e esse filme acabou por ir perder 80 milhões de dólares".

Comentários