Artigo

Entrevista ao Jaime Lannister de «A Guerra dos Tronos»

O temível irmão de Cersei conta tudo sobre a sua personagem

O ator dinamarquês Nikolaj Coster-Waldau viu a sua carreira impulsionada pelo papel de um dos maus da fita de «A Guerra dos Tronos». Com a chegada da terceira temporada, o regicida e irmão/amante da temível Cersei conta como tem sido dar corpo a Jaime Lannister.

Sabemos que o Jaime é um grande guerreiro. Vamos vê-lo em mais cenas de ação nesta temporada?

Têm de esperar para ver a série. Talvez haja a oportunidade para ver o Jaime a mostrar o que sabe fazer. Tudo o que posso dizer é que gosto muito de lutar com a espada. É como uma coreografia que temos de aprender.

Como é que os fãs têm reagido à sua personagem no decorrer das duas primeiras temporadas?

Bom, no início ele era o mau da fita. Começou a primeira temporada a empurrar um miúdo de uma janela, isso não ajudou. Mas com o tempo acho que as reações ao Jaime se tornaram mais moderadas. Ajuda que o Joffrey esteja a roubar toda a atenção. Mas parece-me que as pessoas gostam de ver o Jaime e eu também gosto dele. Não estou a desculpar as suas ações mas, eventualmente, compreendemo-lo. Pode adorá-lo ou odiá-lo ou apenas gostar de ver o que ele faz. Em todo o caso, resulta, porque é tudo muito bem escrito.

Quando lê os guiões, gostava que o Jaime estivesse envolvido noutra parte do fio narrativo?

Não, mas fiquem longe daquela mulher com o dragão. Ela é louca! Gostava de ir visitar a muralha mas acho que isso não vai acontecer...bom, quem sabe. As Ilhas de Ferro não me parecem apelativas. Acho que vou ficar onde estou.

E se pudesse interpretar outra personagem, gostaria?

Acho que o Jaime é o tal. A outra de que gosto mesmo é a Lysa Arryn, a irmã da Catelyn, que vimos na primeira temporada. Deve ter sido divertido interpretá-la porque ela é tão louca. A Kate Dickie fez um trabalho fantástico. Claro que o papel de Tyrion também é fantástico.

Esta é uma história com um potencial enorme para durar e durar. Isso agrada-lhe?

É ótimo porque a personagem de Jaime é muito boa e tem tanta densidade e nós estamos a contar uma história longa e sumarenta. Não estamos a repetir-nos, tudo vai evoluindo e muda a toda a hora. É muito divertido.

O que faz com a barba do Jaime quando tem de filmar outras coisas entre a rodagem de «A Guerra dos Tronos»?

Há um filme que fiz logo após a última temporada ter terminado que se chama «A Thousand Times Goodnight» e, na altura, não sabia se teria de voltar para filmar algumas cenas mais de «A Guerra dos Tronos». Tive de manter a barba e, como resultado disso, a personagem do filme passou a ter uma barba grande.

Comentários