Artigo

«Factor X»: D8 não gosta de perder «nem a feijões»

Diogo Valente, conhecido por D8, tem 16 anos e é um dos três finalistas do “Factor X”, da SIC, que termina neste domingo, dia 9. Foi o único concorrente a superar todas as etapas do programa sempre com temas originais e afirma que não gosta de perder “nem a feijões”...

Já tens as músicas preparadas para a gala final do “Factor X”?
Tenho tudo praticamente pronto. Sobre os temas que escolhi, irão ver no domingo.

Quais são as tuas expectativas?
Tenho 33,3 por cento de hipóteses de ganhar o programa e todos estamos por igual. Todos temos um talento enorme e todos conquistámos o coração dos portugueses. Para a final, quero chegar, fazer bem o meu trabalho e aproveitar o momento.

Já conquistaste tanto até aqui, todos te conhecem, vencer vai ser assim tão decisivo?
Claro que quero vencer o programa, pois não gosto de perder nem a feijões. Já conquistei muito, já provei muita coisa mas ganhar a final é o próximo objetivo. Até agora lutei para passar gala após gala. Agora já não há mais galas e vou cantar para ganhar o contrato com a editora [um dos prémios em jogo].

Qual é o teu “Factor X”?
É o mesmo desde as audições. É ser eu próprio, expor às pessoas, através da música, aquilo que sou.

Qual foi o teu melhor momento neste programa?
É difícil eleger um. Cantei, por exemplo, na MEO Arena, com toda a gente a entoar o refrão da música que fiz para a minha avó, tenho a música do Paulo Junqueiro, tenho a música em que me vesti de político... E última gala também foi muito emocionante.

Comentários