Artigo

Fãs e estrelas despediram-se de James Gandolfini em Nova Iorque

Fãs e estrelas do cinema e da televisão reuniram-se na manhã desta quinta-feira numa igreja de Nova Iorque para prestar a última homenagem ao ator norte-americano James Gandolfini, protagonista da série "Os Sopranos".

A cerimónia foi realizada na catedral de St. John the Divine, a noroeste de Manhattan, e reuniu cerca de 1500 pessoas.

Gandolfini, de 51 anos e natural de Nova Jérsia, morreu a 19 de junho em Roma, quando estava no seu quarto de hotel.

"Acordámos às quatro e meia da manhã", contou à AFP Stephanie Solano, fã de Tony Soprano, que saiu do Bronx com as duas netas. "Estou com o coração devastado, mas queríamos estar aqui", completou, ao lado das netas, que exibiam uma grande foto de Gandolfini.

Entre as personalidades presentes no funeral estavam o ator Alec Baldwin e o governador de Nova Jérsia, Chris Christie.

Durante a cerimónia, a segunda esposa de Gandolfini, Deborah Lin, recordou-o como um marido e pai amoroso. O produtor de "Os Sopranos", David Chase, por sua vez, elogiou a paixão do ator pela família, pelo trabalho, pela comida e por uma boa conversa.

A família de Gandolfini organizou na quarta-feira à noite um velório em Park Ridge (51 km a noroeste de Nova Iorque), onde o ator cresceu.

Gandolfini em Itália para receber o prémio Ville de Taormina, na Sicília, e dar uma aula com o cineasta italiano Gabriele Muccino dedicada a grandes atores do cinema e da televisão.

@AFP

Comentários