Artigo

Gordon Ramsay, Joe Bastianich e Graham Elliot voltam a juntar-se em «Masterchef USA»

"Masterchef" continua a tentar encontrar o melhor cozinheiro amador dos EUA, cujo talento, criatividade, dedicação, habilidades técnicas e paixão pela comida poderão mudar a sua vida para sempre. Pouco tempo depois de ter sido emitida nos EUA, a quarta temporada da versão americana chega a Portugal a 4 de novembro, na FOX Life, às 23h40.

O controverso Gordon Ramsay, detentor de várias estrelas Michelin e dono de vários restaurantes, volta a presidir esta nova temporada do concurso de culinária. A ele junta-se o implacável Joe Bastianich, dono dos mais conceituados restaurantes em Itália e produtor de vinhos, e o simpático e habilidoso Graham Elliot, o mais jovem chef quatro estrelas dos Estados Unidos e a mente por detrás do primeiro restaurante “bristronomic” em Chicago.

Estes três mestres e conhecedores da culinária mundial vão à procura do melhor cozinheiro do país através de várias rondas eliminatórias onde cada concorrente tem de provar os seus conhecimentos e paixão culinários. Durante todo o programa, os concorrentes têm de ultrapassar vários desafios culinários que põem à prova as suas habilidades e capacidades na cozinha. O vencedor tem a possibilidade de lançar o seu próprio livro de cozinha para além dos 250 mil dólares.

Nas três primeiras temporadas foram consagradas vencedoras três chefs amadoras: a sulista e jovem Whitney; a representante de Delaware na Miss USA 2000, Jennifer Behm; e Cristine, a concorrente cega que muito deu que falar pelo palato apurado.

Nos últimos dias, a tragédia instalou-se na imagem do programa com a notícia do suicídio de Josh, o concorrente mais mediático da terceira temporada que disputou o primeiro lugar com Cristine na grande final. Amado e respeitado, Josh acabou por se entregar aos seus já conhecidos distúrbios bipolares.

Produzido em mais de 36 países e emitido em cerca de 200 territórios, "Masterchef" já conseguiu transformar mais de 100 cozinheiros amadores em verdadeiros chefs de cozinha.

Comentários