Artigo

Governo madeirense já pagou dívida que tinha com a RTP

O Governo Regional da Madeira já saldou a dívida de 10 milhões de euros que tinha com a RTP, disse à Lusa o vice-presidente do executivo madeirense, João Cunha e Silva.

A quantia da contribuição audiovisual (CAV) foi saldada depois de ter existido um acerto de contas entre o estado e a região, relativamente aos valores em falta da convergência tarifária.

"Como o Estado devia à Empresa de Eletricidade da Madeira (EEM) 53,5 milhões de euros e isto já se arrastava há muito tempo, nós sempre dissemos que a dívida da EEM tinha para com a RTP seria paga no dia a seguir em que o Estado saldasse a sua divida. E assim aconteceu", afirmou.

A dívida remonta ao ano de 2005 e cresceu devido à prerrogativa dada pelo executivo de Jardim na opção de não pagamento da CAV. A CAV é agora obrigatória na região. "A taxa audiovisual a partir deste mês [de janeiro] vai ser cobrada como em todo o país", declarou.

A RTP passa a ser financiada pela CAV, deixando de receber indemnização compensatória este ano. O Governo aumentou a taxa da CAV de 2,25 euros para 2,65 para compensar a RTP do fim da indemnização compensatória.

Já na quarta-feira fonte oficial do ministro Adjunto e do Desenvolvimento Regional tinha confirmado à Lusa que a dívida iria ser saldada e que a CAV passaria a ser obrigatória também na Madeira.

@Lusa

Comentários