Artigo

Justin Timberlake foi o grande vencedor dos MTV Video Music Awards 2013

Vencedor de quatro prémios, incluindo o de Melhor Vídeo do Ano, Justin Timberlake foi a figura da noite de domingo na cerimónia dos MTV Video Music Awards 2013, em Nova Iorque. O ex-elemento dos 'N Sync honrou a distinção com a atuação mais celebrada, onde revisitou êxitos e voltou a juntar a boy band.

Lady Gaga encarregou-se do arranque e Katy Perry, também com novo single para apresentar, tratou do fecho. Mas como diz o ditado, no meio é que está a virtude, ou pelo menos foi o que considerou a MTV, que deu a Justin Timberlake o maior tempo de antena (mais de 15 minutos) da cerimónia de entrega dos MTV Video Music Awards 2013, no Barclays Center, em Brooklyn.

No ano em que voltou aos discos - e em dose dupla -, o cantor de "Cry Me A River" recordou este e outros singles (de "SexyBack" ao recente "Mirrors") num medley antecedido por um teaser do seu próximo álbum - "The 20/20 Experience: 2 of 2", com edição agendada para 27 de setembro. Durante a atuação, em que se movimentou pelo palco e fora dele, Timberlake despertou o maior momento de entusiasmo generalizado da noite e, além de canções da sua discografia a solo, recordou "Bye Bye Bye" e "Girlfriend", dos 'N Sync, ao lado dos restantes quatro elementos da boy band separada em 2002. O reencontro não durou mais do que poucos segundos, mas chegou para estampar o momento entre os episódios de antologia de uma cerimónia que bem precisou de mais alguns.

Entre os fãs destacou-se um muito eufórico e quase ofegante Jimmy Fallon, para quem "o presidente da pop" é "uma lenda" e "o melhor do ramo", entre outros epítetos disparados antes da entrada em palco do vencedor do galardão de Melhor Vídeo do Ano, Melhor Montagem (ambos por "Mirrors", homenagem aos avós de Timberlake), Melhor Realização ("Suit & Tie") e do Michael Jackson Video Vanguard Award.

Da provocação de Miley à contenção de Kanye

Noutro dos momentos que já estão a gerar maior repercussão nas redes sociais, Miley Cyrus juntou-se a Robin Thicke depois de interpretar "We Can't Stop" ao lado de vários ursos de peluche gigantes. E juntou-se de forma literal, não hesitando em roçar-se nas virilhas do cantor de "Blurred Lines" durante a interpretação do tema, radiante por vincar um momento de misoginia para as massas recebido com alguma estupefação por Rihanna, One Direction, a família de Will Smith e outros espetadores no recinto.

Bastante mais comedido, Kanye West interpretou "Blood on the Leaves", uma das canções de "Yeezus", à frente de um cenário de uma floresta envolto em escuridão. Os lasers de Bruno Mars, o rap de Drake e o apelo contra a homofobia cantado por Macklemore, Ryan Lewis, Mary Lambert e a convidada-surpresa Jennifer Hudson também passaram pelo palco. Os Daft Punk, contrariamente ao que tinha sido sugerido, não atuaram mas apresentaram um excerto do videoclip do novo single, "Lose Yourself to Dance" (cantado por Pharrell Williams), e entregaram um prémio a Taylor Swift. Lil Kim, Vampire Weekend, Joseph Gordon-Levitt, One Direction ou Jared Leto também distribuiram galardões.

Não tão contida como Kanye West, mas consideravelmente menos excêntrica do que noutras ocasiões, Lady Gaga deu o arranque à cerimónia com "Applause", rodeando-se de bailarinos, trocando várias vezes de roupa e recordando algumas das suas personas - começou como freira vanguardista, acabou de biquini. No final, a alimentar uma disputa defendida por alguma imprensa musical, Katy Perry fez a primeira apresentação ao vivo do seu novo single, "Roar", num ringue montado ao lado da ponte de Brooklyn. Depois da simulação de pugilato, acabou a saltar à corda, mas o esforço e o aparato não eclipsaram a boa forma do "presidente da pop". "Game over", leu-se nos cartazes mostrados por duas bailarinas. "Replay", só em 2014.

Lista de premiados:

Melhor Vídeo Pop: Selena Gomez, “Come and Get It”
Melhor Vídeo do Ano: Justin Timberlake, “Mirrors”
Melhor Vídeo Hip Hop: Macklemore & Ryan Lewis feat. Ray Dalton, “Can’t Hold Us”
Melhor Vídeo de Artista Masculino: Bruno Mars, “Locked Out of Heaven”
Melhor Vídeo de Artista Feminina: Taylor Swift, “I Knew You Were Trouble”
Artista a Acompanhar: Austin Mahone, “What About Love”
Melhor Colaboração: Pink feat. Nate Ruess, “Just Give Me A Reason”
Melhor Vídeo com Mensagem Social: Macklemore & Ryan Lewis, “Same Love”
Melhor Vídeo Rock: 30 Seconds To Mars, “Up in the Air”
Melhor Direção Artística: Janelle Monae feat. Erykah Badu, “Q.U.E.E.N”
Melhor Coreografia: Bruno Mars, “Treasure”
Melhor Fotografia: Macklemore & Ryan Lewis feat. Ray Dalton, “Can’t Hold Us”
Melhor Realização: Justin Timberlake feat. Jay-Z, “Suit & Tie”
Melhor Montagem: Justin Timberlake, “Mirrors”
Melhores Efeitos Visuais: Capital Cities, “Safe and Sound”
Melhor Canção do Verão: One Direction, “Best Song Ever”
Michael Jackson Video Vanguard Award: Justin Timberlake

@Gonçalo Sá

Comentários