Artigo

Madeira recusou modelo de Poiares Maduro para RTP-M

O presidente do Governo Regional da Madeira, Alberto João Jardim, afirmou hoje que o executivo madeirense recusou a proposta do Governo da República que levaria ao encerramento da RTP-Madeira.

“Nós fizemos uma contraposta verbal que foi transmitida pelo vice-presidente do Governo ao ministro-adjunto, dr. Maduro, e hoje mesmo vou fazer uma carta ao Dr. Maduro, por quem tenho a maior amizade e consideração, explicando que não podemos aceitar uma coisa que leva ao encerramento do Centro Regional da Madeira, por vias mais travessas, mas leva”, disse Jardim aos jornalistas à margem da homenagem ao Clube Desportiva Nacional.

O governante madeirense acrescentou que “a Região não tem capacidade para aguentar aquilo nem são dadas quaisquer garantias à Madeira”. “Isto ainda vai ser um assunto para ser muito discutido”, sublinhou.

Numa audição parlamentar na Assembleia da República, a 22 de abril, o ministro Poiares Maduro falou do modelo proposto pelo Governo para os centros regionais da RTP na Madeira e nos Açores, que passa pela criação de uma nova empresa regional audiovisual em cada uma das Regiões Autónomas,.

O ministro reconheceu que os Governos dos Açores e da Madeira colocam algumas reservas ao modelo proposto pelo executivo, tendo interesse “em ficar com tudo, incluindo a própria informação”. Poiares Maduro notou que discorda dessa possibilidade, mas quanto ao resto, diz ter “total disponibilidade para discutir com os governos regionais”.

O presidente do Governo dos Açores, Vasco Cordeiro, afirmou a 05 de maio que a região também pretende apresentar uma contraproposta, alegando que “a proposta que foi apresentada não responde, não trata dos principais desafios que o serviço público de rádio e televisão está confrontado nos Açores, que não são de agora”.

@Lusa

Comentários