Artigo

Mais de mil pessoas contactam polícia britânica após programa da BBC sobre Maddie

Mais de mil pessoas contactaram a polícia britânica para fornecer informações sobre o caso de Madeleine McCann, após a transmissão na BBC de um programa dedicado ao desaparecimento da criança em Portugal, informou hoje a Scotland Yard.

A edição de segunda-feira à noite do programa “Crimewatch”, um formato da estação pública britânica dedicado a casos policiais, foi centrada no desaparecimento de Madeleine (Maddie) McCann ocorrido a 3 de maio de 2007 na Praia da Luz, concelho de Lagos (Algarve). Durante o programa, foram divulgados retratos-robô de um novo suspeito.

O diretor do programa de televisão, Joe Mather, afirmou hoje, em declarações à BBC, que a reação das pessoas “não teve precedentes”, indicando que foram recebidas chamadas de cidadãos britânicos que estavam na Praia da Luz na altura do desaparecimento.

O detetive inspetor-chefe da polícia metropolitana de Londres, Andy Redwood, responsável pelo caso Maddie, assegurou hoje que está satisfeito com a reação que suscitou o programa de televisão, indicando que foram recebidas cerca de 300 chamadas telefónicas e perto de 170 mensagens via correio eletrónico.

Todas as informações recolhidas serão agora avaliadas pela polícia.

“Estamos muito satisfeitos com a resposta obtida através da ajuda do ‘Crimewatch’", reforçou Redwood, acrescentando que vai viajar entre hoje e quarta-feira para a Holanda e a Alemanha, países onde o programa também foi transmitido, para pedir a colaboração da população.

"Madeleine é o centro de tudo aquilo que fazemos e vamos continuar a informar a família McCann à medida que recebemos dados”, concluiu o detetive.

A investigação britânica intitulada "Operação Grange" visa rever o caso com base no material recolhido pelas polícias portuguesa e britânica e vários detetives privados, tendo sido identificadas 41 pessoas de "interesse", incluindo vários portugueses e 15 britânicos.

@Lusa

Comentários