Artigo

Morreu a apresentadora Joan Rivers, aos 81 anos

Joan Rivers morreu esta quinta-feira em Nova Iorque, aos 81 anos. A comediante e apresentadora do programa "Fashion Police" esteve internada nos últimos dias devido a uma cirurgia às cordas vocais.

Na semana passada, Rivers tinha sido hospitalizada em estado crítico quando deixou de respirar durante uma cirurgia às cordas vocais numa clínica do Upper East Side.

A apresentadora foi mantida na unidade de cuidados intensivos e colocada em coma induzido.

Rivers tinha sido transferida para um quarto do hospital nesta quinta-feira, onde acabou por morrer, confirmou a filha, Melissa, através de um comunicado em que agradece o apoio da equipa médica e dos fãs de todo o mundo. "A maior alegria da minha mãe era fazer rir as pessoas. Embora seja difícil fazê-lo neste momento, sei que a sua última vontade era que voltássemos a rir em breve", pode ler-se na mensagem.

Rivers, cujo verdadeiro nome era Joan Alexandra Molinsky, pertencia a uma geração de comediantes e apresentadores televisivos da qual fazem parte Lucille Ball e Phyllis Diller, também já falecidas, e Carol Burnett.

Nos últimos anos da sua carreira, a apresentadora ficou muito conhecida pelas suas cirurgias plásticas.

No seu programa, "Fashion Police", emitido em Portugal pelo E! Entertainment, a implacável comediante tinha sempre a última palavra sobre quem está bem ou mal vestido nas passadeiras vermelhas. O canal já anunciou que vai suspender a transmissão do programa durante duas semanas.

Nascida em Brooklyn, Nova Iorque, filha de um bem sucedido médico, Rivers cresceu em Larchmont, subúrbio da cidade. Formada na Barnard College Phi Beta Kappa, começou a apresentar-se em espetáculos de stand-up e, depois de vários anos a trabalhar como secretária de dia e a atuar à noite, passou a integrar o talk show "Tonight Show" em 1965.

@AFP

Comentários