Artigo

"Narcos": "Portunhol" de Wagner Moura é ridículo, diz ex-amante de Escobar

Virginia Vallejo García, ex-amante de Pablo Escobar, criticou o protagonista da série "Narcos".

A jornalista e antiga amante do narcotraficante não poupa críticas à produção original da Netflix, apontando a mira especialmente a Wagner Moura. Para Virginia Vallejo García, a interpretação do brasileiro é "um desastre". "É ridículo. Não tem nada a ver com aquilo que o Pablo era", frisou em entrevista à GQ Brasil.

"As pessoas nem querem ver o segundo episódio da série porque o 'portunhol' dele [Wagner Moura] é uma coisa ridícula", acrescentou.

A jornalista colombiana, que inspirou a personagem Valeria Velez, também não gostou da forma como a produção a retratou em "Narcos". "Inventaram tudo isso sobre a minha vida. A minha relação com o Pablo Escobar terminou em 1987 e vivia na Alemanha durante toda a era do narcotráfico. Portanto, não tinha nada a ver com Escobar nem com nada desse mundo. Fui uma estrela e uma rapariga da alta sociedade", explicou à revista.

A viver há dez anos em Miami, a colombiana espera que o novo filme espanhol sobre Escobar conte a história real e considera que Javier Bardem é o ator ideal para vestir a pele do maior narcotraficante da história. "Acho que o Bardem é perfeito para o papel de Pablo. Tenho esperança também que o papel da Penélope Cruz corresponda àquilo que eu era naquela época - uma rapariga muito bonita e inocente que, um dia, devido a situações estranhas da vida, encontrou com Pablo Escobar", frisou na entrevista à GQ.

Comentários