Artigo

NBC cancela "Hannibal", mas a fome não acabou

Ao fim de três temporadas, a NBC cancelou a série "Hannibal". Bryan Fuller, o criador já deixou um aviso: “Um canibal esfomeado pode sempre repetir a dose”.

"Hannibal", série baseada na personagem de Anthony Hopkins de "O Silêncio dos Inocentes", acompanhou Hannibal Lecter (Mads Mikkelsen), psiquiatra assassino, durante dois anos.

Segundo o The Hollywood Reporter, Bryan Fuller desejava ter Clarice Starling na quarta temporada, o que despoletou problemas, porque os direitos de utilização da personagem já não estão disponíveis.

“A NBC permitiu-nos criar uma série de TV em que nenhuma outra estação teria apostado”, disse o autor em comunicado, agradecendo ao presidente do canal norte-americano, Jen Salke.

Porém, a última refeição pode ser adiada. Segundo o criador, “"Hannibal" está a chegar à reta final na NBC este verão, mas um canibal esfomeado pode sempre repetir a dose”.

"Ainda temos dez episódios alucinantes (…) Acreditamos que, depois de irem para o ar, a fome das audiências para a quarta temporada da saga vai ser incrível, e estamos atualmente a explorar outras opções de distribuição com a nossa equipa criativa e nossos parceiros da Gaumont Television”, comentou De Laurentiis, produtora executiva da série, em declarações ao BuzzFeed.

Nas redes sociais, os #Fannibals (fãs da série) têm criticado a decisão da NBC, ao mesmo tempo que alimentam os boatos sobre a transferência de "Hannibal" para o Amazon Prime.

Comentários