Artigo

Netflix renova "Por Treze Razões": Há responsáveis num caso de suicídio?

Brian Yorkey, criador e argumentista de "Por Treze Razões", revelou os primeiros detalhes sobre a segunda temporada.

A primeira temporada de "Por Treze Razões" acompanhou Hannah Baker, uma jovem que se suicida e que explica em 13 cassetes os motivos. Face ao sucesso da série mais comentada no Twitter em 2017, a Netflix decidiu avançar com uma nova temporada, surgindo uma nova dúvida: Qual a história que vai ser contada nos novos episódios?

Em entrevista à Entertainment Weekly, Brian Yorkey, criador e argumentista de "Por Treze Razões", revelou os primeiros detalhes sobre a segunda temporada.  "Estamos apenas a começar a ver estas meninas e estes meninos a tornarem-se mulheres e homens. Foi algo que não conseguimos ver com a Hannah e que realmente gostava de ver com as outras personagens", explicou.

Hannah Baker vai voltar na segunda temporada? "Oh, sim, absolutamente. Acho que uma das questões que ainda está pendurada é se alguém é responsável pela morte de Hannah. A escola é responsável? Quem é responsável, há alguém? Uma foram de nós explorarmos esta pergunta é com o julgamento e com todos os jovens a refletirem sobre onde estavam há alguns meses e que outros segredos estão por descobrir. Isso vai-nos levar para o passado, para a história de Hannah. Vamos ter um novo contexto para os acontecimentos que já conhecemos e vamos ver uma série de coisas sobre as quais ainda não ouvimos falar e que vão preencher algumas lacunas", revelou o criador da série à revista EW.

"Vamos continuar a contar a história deles de forma honesta. Vamos responder a todas as perguntas. O Tyler vai fazer o quê? O que aconteceu ao Alex? Bryce vai ser julgado? Vamos responder a tudo isto, mas mais do que isso, vamos continuar a acompanhar o que eles passaram, mesmo quando é difícil. Mas acho que o que vamos descobrir é que à medida em que eles começam a recuperar desse período sombrio, há esperança e há alguma luz para ser encontrada", explicou.

Segundo o argumentista, as "cassetes vão estar na memória das pessoas", mas haverá "um tipo diferente de tecnologia analógica que irá desempenhar um papel extremamente importante na segunda temporada". "As cassetes não vão estar no centro - as caixas de cassetes ainda estão por ali e que são importantes às pessoas -, mas vai haver uma nova tecnologia para os miúdos de 13 anos pesquisarem no Google e o que aconteceu", revelou.

Brian Yorkey explicou ainda que a segunda temporada arranca alguns meses depois dos últimos acontecimentos do episódio final.

Por Treze Razões

Inspirada nos livros de Jay Asher, "Por Treze Razões" acompanha a história do adolescente Clay Jensen, personagem interpretada por Dylan Minnette, que ao regressar a casa depois das aulas encontra à sua porta uma misteriosa caixa com o seu nome.

Dentro da caixa estão diversas cassetes gravadas por Hannah Baker (personagem de Katherine Langford) – uma colega de escola por quem se sentia atraído – que se suicidou duas semanas antes. Nos testemunhos que gravou, Hannah explica as treze razões pelas quais decidiu acabar com a vida.

O sucesso nas redes sociais

A produção original do serviço de streaming inspirada nos livros de Jay Asher é até ao momento a série mais comentada no Twitter em 2017.

Segundo os dados partilhados pela rede social e divulgados pela Variety, em 20 dias, foram feitos mais de 11 milhões de tweets relacionados com "Por Treze Razões". À revista, o Twitter revelou ainda que Hannah, Clay, Jeff e Justin são as personagens mais comentadas.

O sucesso da série também se refletiu nas contas pessoais dos atores.. A 30 de março, Christian Navarro, ator que interpreta Tony, tinha apenas 625 seguidores, tendo agora mais de 85 mil. Da mesma forma, Alisha Boe, que interpreta Jessica, saltou de cerca de 600 seguidores para mais de 56 mil; já Brandon Larracuente, que veste a pele de Jeff, cresceu de quase 2000 seguidores para mais de 90 mil.

Comentários