Artigo

Nova temporada de «Scandal» mostra a gestão dos escândalos nos media

A série tem a chancela de Shonda Rhimes, a criadora de «Anatomia de Grey».

O arranque da segunda temporada da série sobre os bastidores por detrás dos grandes escândalos mediáticos acontece logo após o final da primeira, não existindo uma pausa concreta, informa a FOX.

Após a estreia da primeira temporada em dezembro, o canal por cabo transmite a nova temporada de "Scandal" a 9 de janeiro, às 22:20, naquele que é considerado o mais recente sucesso de Shonda Rhimes, a criadora de outras produções, como "Anatomia de Grey" e "Clínica Privada".

Toda a gente tem segredos e Olivia Pope (Kerry Washington) dedicou toda a sua vida a proteger e a defender as imagens públicas da elite da nação norte-americana, mantendo esses segredos escondidos.

Temida e admirada ao mesmo tempo, Olivia, uma antiga diretora de comunicação do gabinete do presidente dos Estados Unidos da América, deixou a Casa Branca para abrir a sua própria empresa de gestão de crise.

O seu staff é imbatível no que diz respeito à gestão da vida dos mais poderosos, mas estes "gladiadores de fato" especializados em resolver a vida de outras pessoas não conseguem controlar as suas próprias vidas pessoais.

A nova temporada de "Scandal" dá a conhecer ainda mais os bastidores desta equipa de consultores de imagem.

Uma extensa equipa de relações públicas

A equipa é composta por Harrison Wright (Columbus Short), um carismático litigiante; Huck (Guillermo Diaz), antigo interrogador da CIA e um extraordinário hacker; Abby Whelan (Darby Stanchfield), investigadora que tem um passado abusivo; e Quinn Perkins (Katie Lowes), o mais recente e misterioso membro da equipa.

Extremamente bem treinada por Olívia, esta equipa é feroz, leal e capaz de fazer o que for necessário para ajudar um cliente e são extremamente cuidadosos na relação com o advogado David Rosen (Joshua Malina), que persegue todo seus passos.

Entretanto, Olivia poderá ter de fazer algum controlo de crise na sua própria vida. Depois de ter um caso amoroso com o seu antigo chefe, o Presidente dos Estados Unidos Fitzgerald Grant (Tony Goldwyn), compromete-se a terminar esta relação, mas a paixão entre eles é difícil de ignorar. Desta forma, a manipulativa primeira-dama Mellie Grant (Bellamy Young) e o rígido Cyrus Beene (Jeff Perry), que estão cientes deste caso amoroso, usam-no para proveito próprio, provando que os clientes da Pope & Associates não são os únicos com segredos sujos.

A segunda temporada de "Scandal" continua a seguir as histórias de Olivia, personagem inspirada em Judy Smith, assessora de imprensa de George Bush e gestora de crise com clientes, como Monica Lewinski.

Estreia da segunda temporada de "Scandal": Quarta-feira, 9 de janeiro, às 22h20, na FOX Emissão: Quartas-feiras, às 22:20

Comentários