Artigo

«O que eu vejo na TV»: Cláudio Ramos

Ator, comentador, apresentador, escritor, cronista, criador – como ele próprio se designa no seu perfil autobiográfico -, Cláudio Ramos, 40 anos de idade, nunca viu um jogo de futebol na televisão, mas não perde uma novela.

Quais os seus programas de televisão preferidos?
Informação, todos. Vejo vários e nunca perco o “Jornal da Noite”, da SIC. O “Querida Júlia”, por razões óbvias, e ando muito ali numa de zapping pelo que se faz lá fora.

O que é que o faz mudar de canal ou, mesmo, desligar a TV?
Eu sou um espectador muito seletivo, tenho um bom cartaz de programação. Só vejo o que quero. Ninguém me aborrece tanto ao ponto de ter que mudar de canal...

Gosta de telenovelas?
Adoro! Então gravo para ver tudo, mas depois não tenho tempo e anda tudo baralhado na minha cabeça.

Futebol, costuma ver?
Não. Nunca, acho que nunca na minha vida vi um jogo de futebol. Não me desperta nenhum interesse.

“Reality shows” tipo “Big Brother” e “Casa dos Segredos” fazem parte dos seus hábitos de consumo televisivo?
Vejo, porque me confesso um fã de “reality”. Com o meu irmão na “Casa dos Segredos”, não vejo tanto. Foi uma opção.

Costuma acompanhar os telejornais e outros programas nacionais de informação?
Como disse em cima não passo sem, aliás, não percebo como é que alguém passa um dia sem ver informação.

Quem são os seus pivôs de notícias preferidos?
Clara de Sousa, João Moleira, Teresa Dimas, Ana Lourenço... há muitos.

E entrevistadores? Tem alguma preferência?
Gosto das entrevistas da Ana Lourenço...

Marcelo Rebelo de Sousa, José Sócrates, Marques Mendes, Santana Lopes. Qual destes comentadores políticos será o melhor?
Não faço ideia qual é o melhor, porque indiscutivelmente cada um puxa a brasa à sua sardinha. Vejo um pouco de cada. Marcelo talvez seja o mais mediático.

Quais os atores/atrizes, nacionais e estrangeiros/as, que mais gosta de ver em ação na TV?
Isso é muito vago... seria ferir umas pessoas em prol de outras. Neste momento é muito bom ver numa novela a Rita Blanco e a Maria João Luís.

Se tivesse de eleger o/a melhor apresentador/a da TV portuguesa na área do entretenimento, quem escolheria?
Seria eu, que posso não ser o melhor, mas sou um bom apresentador, e assim ninguém ficava chateado.

Se tivesse poderes para alterar uma coisa que fosse no funcionamento e oferta dos canais nacionais, por onde começaria?
Meteria o Cláudio Ramos à frente de um programa de day time. Sem dúvida! E além disso, dava-lhe um talk show sobre famosos. Ele safava-se muito bem!

A propósito do Dia Mundial da Televisão, celebrado a 21 de novembro, o SAPO TV tentou saber quais os programas que algumas figuras públicas não perdem no pequeno ecrã. Acompanhe a rubrica "O que eu vejo na TV" ao longo desta semana.

Comentários