Artigo

«O que eu vejo na TV»: Pedro Reis

Comentador do programa “Passadeira Vermelha” do canal SIC Caras, Pedro Reis perde-se nos reality shows da família Kardashian e, tal como Barak Obama, é viciado na série “House of Cards”. Mas ninguém o apanha a ver futebol...

Quais os seus programas de televisão preferidos?
Adoro ver o Discovery Chanel e confesso que gosto bastante do Canal E! Entertainment, onde acompanho o “Fashion Police”. Adoro a Joan Rivers, e é nela que vou buscar alguma da minha inspiração para o programa “Passadeira Vermelha”.

Acompanha séries?
Neste momento estou viciado numa série absolutamente fabulosa que é a “House of Cards” (TV Series). Desde o “24” que não tinha uma obsessão tão grande.

Gosta de telenovelas?
Não vejo.

Futebol, costuma ver?
Não. Sou completamente contra o futebol.

Reality shows como “Big Brother” e “Casa dos Segredos” fazem parte dos seus hábitos de consumo televisivo?
Perco-me a ver os reality shows das Kardashians e da “Giuliana & Bill” no Canal E!. Os nacionais vejo alguns por causa da Teresa Guilherme de quem sou muito amigo.

Marcelo Rebelo de Sousa, José Sócrates, Marques Mendes, Santana Lopes. Qual destes comentadores políticos será o melhor?
Marcelo Rebelo de Sousa. É brilhante!

Se tivesse de eleger o/a melhor apresentador/a da TV portuguesa na área do entretenimento, quem escolheria?
Teresa Guilherme. É excelente naquilo que faz.

Se tivesse poderes para alterar uma coisa que fosse no funcionamento e oferta dos canais nacionais, por onde começaria?
Na minha opinião a televisão portuguesa tem demasiadas novelas em horário nobre e já ninguém aguenta. Uma ainda se aceita, mas a noite inteira não. Os canais podiam apostar mais na emissão de filmes e séries no horário nobre. Temos um excelente exemplo, o “Bem-Vindos a Beirais”, da RTP, que é uma série muito boa. Não tenho dúvidas que deveríamos apostar mais nas séries, nos filmes, enfim, na ficção portuguesa.

Comentários