Artigo

«O que eu vejo na TV»: Rita Mendes

Mãe de dois filhos, a ex-apresentadora e conhecida DJ Rita Mendes está "prisioneira" dos gostos das suas crianças em matéria de televisão. Mesmo assim, quando o Afonso, de três anos, e a Matilde, de 15 meses, estão a dormir, aproveita para ver o “Factor X” e algumas séries.

Quais os seus programas de televisão preferidos?
Neste momento, por causa dos meus filhos, vejo tudo o que é infantil, do Canal Panda ao Disney Channel, passando pelo Baby TV e pelo Baby First. Basicamente é isso o que vejo... [risos]

Portanto, a Rita deixou de ter poder sobre o comando...
Ainda consigo ver os telejornais, sobretudo à hora de almoço, quando eles não estão em casa. Também vejo algumas séries e gosto muito do “Factor X”, que consigo ver porque os filhotes a essa hora já estão a dormir.

O que é que a faz mudar de canal ou, mesmo, desligar a TV?
“A Casa dos Segredos” e outras coisas do género. São programas que nos entram pela casa mas que eu evito. Sobretudo, não quero que os meus filhos vejam!

Gosta de telenovelas?
Vejo algumas portuguesas de relance, porque tenho lá alguns amigos a trabalhar e acho alguma piada. Acompanho também a novela “Viver a Vida”, da TV Globo.

E entrevistadores? Tem alguma preferência?
Gosto muito da Judite de Sousa. Andou um bocadinho envolta em polémicas nos últimos tempos, mas continuo a apreciá-la. E ainda bem que as polémicas existem porque fazem parte do ser humano.

Marcelo Rebelo de Sousa, José Sócrates, Marques Mendes, Santana Lopes: qual destes comentadores políticos será o melhor?
Marcelo Rebelo de Sousa. Tem uma energia fantástica, não o considero partidário e tem ali um meio termo que me agrada. Tem também uma forma de comunicação muito próxima do público, muito informal, que agrada à maior parte das pessoas e a mim também. Com ele tomo atenção ao que é dito.

Quais os atores/atrizes, nacionais e estrangeiros/as, que mais gosta de ver em ação na TV?
Gosto muito da Maria João Luís e da Emily Watson.

Se tivesse de eleger o/a melhor apresentador/a da TV portuguesa na área do entretenimento, quem escolheria?
Gosto muito da Cristina Ferreira, que merece tudo o que está a conquistar. É uma apresentadora excelente para Portugal, possui os ingredientes perfeitos.

Se tivesse poderes para alterar uma coisa que fosse no funcionamento e oferta dos canais nacionais, por onde começaria?
Acrescentava coisas feitas por mim, porque tenho muitas saudades da televisão! [risos] Algo que pudesse ter a ver com o meu projeto “A Barriga Mendinha”, um espaço bem-feito que tratasse dos temas da maternidade, infância, educação, fertilidade... Também incluiria mais programas de música, que é outra das áreas à qual estou muito ligada. Há pouca música neste momento na televisão e faz muita falta na nossa cultura.

Comentários