Artigo

Obama conversa com David Letterman pela última vez

Na reta final do "The Late Show", David Letterman recebeu Barack Obama, que caminha para o final de mandato.

Pela oitava e última vez, Obama foi ao "The Late Show com David Letterman", que termina a 20 de maio. A conversa alternou entre assuntos sérios e muitas piadas, sendo a saída do presidente da Casa Branca um dos tópicos.

“Estava a pensar que poderíamos jogar dominós juntos”, brincou Obama que, tal como Letterman, se prepara para se afastar dos holofotes.

O presidente aproveitou a oportunidade para elogiar o anfitrião. “Crescemos consigo”, disse Obama, relembrando que Letterman “animou certamente muitos norte-americanos no fim de um dia de trabalho”.

Na entrevista houve ainda tempo para falar sobre os protestos em Baltimore e os vários tumultos nos EUA. “Quando nasci era ilegal os meus pais casarem-se. Os problemas que vemos com aplicação da lei costumava ser a lei”, disse Obama, acrescentado que é importante estar atento aos problemas raciais.

“Uma coisa que sei sobre a América é que quando decidimos resolver um problema, podemos resolver. Este problema pode ser resolvido... Temos de nos unir e dizer o que funciona e como estamos a caminhar para torná-lo melhor”, afirmou Obama quando questionado sobre os conflitos raciais que o país enfrenta.

Letterman também elogiou o presidente pelo desempenho “muito engraçado” com o Correspondents Dinner em abril. “Eu sou muito engraçado”, gracejou Obama.

Em abril de 2014 o apresentador anunciou a sua saída do programa. Stephen Colbert será o próximo anfitrião das noites da CBS, estreando-se a 8 de setembro.

@Tiago David

Comentários