Artigo

"Os Defensores" vão ser mais "terra-a-terra" do que "Os Vingadores"

O chefe de programação do Netflix, Ted Sarando, comentou a estratégia que vai juntar os heróis Demolidor, Punho de Ferro, Luke Cage e Jessica Jones na minissérie "Os Defensores", aposta da Marvel Cinematic Universe. Uma produção mais "terra-a-terra" que poderá ter ligação a alguns filmes da companhia, avançou à Empire.

De acordo com Sarandos, a minissérie "Os Defensores", que reunirá as quatro personagens depois de estas protagonizarem as suas próprias séries, foi baseada nos moldes do filme "Os Vingadores".

"Normalmente, fazem um grande filme de ação e depois, eventualmente, contam as histórias da origem das personagens. Tendo 13 horas para contar cada uma destas histórias, podes partir diretamente para as histórias de origem e ação ao mesmo tempo", explicou.

Depois do encontro destas quatro personagens, não fica de fora a hipótese de um crossover com outros heróis da Marvel, incluindo os dos Vingadores. "Já falámos disso, claro", sublinhou o responsável.

Uma das histórias será a de Matt Murdock, um advogado cego durante o dia e combatente do crime pela noite dentro, como Demolidor, numa série dramática de 13 episódios que já começou a ser filmada. A próxima a avançar deverá ser a de Jessica Jones, cuja atriz para o papel ainda está em aberto. "Por enquanto os produtores ainda estão a realizar castings para o papel de Jessica", afirmou Sarando.

"Demolidor" vai ambientar-se no bairro nova-iorquino Hell's Kitchen, terá o britânico Charlie Cox como ator principal (conhecido por "Stardust - O Mistério da Estrela Cadente" e pela série "Boardwalk Empire") e estará a cargo de Steven S. DeKnight, realizador, argumentista e produtor cujos créditos incluem "Buffy - A Caçadora de Vampiros", "Angel", "Dollhouse" e "Smallville", também no pequeno ecrã.

De acordo com o site IGN, a série vai refletir a natureza mais negra e crua de certas fases da banda desenhada de Demolidor. "Não vai ter medo de ser mais negra do que o filme", antecipou Sarando. "O que adoramos neste grupo de héróis é o facto de serem um pouco mais terra-a-terra. Tanto a nível dos uniformes como pelas histórias de crime, decorridas mais nas ruas do que nas nuvens".

Estas revelações são condizentes com as que Joe Quesada, diretor criativo da Marvel e antigo artista de Demolidor, já tinha feito no passado maio ao site Comic Book Resources. "Vamos tentar criar algo incrivelmente excitante, incrivelmente envolvente, que dará aos fãs algo que adorem, algo inesperado e que vai mantê-los com vontade de voltar."

Comentários