Artigo

Pedro Teixeira: "Sou ator acima de tudo"

Pedro Teixeira, 34 anos, passou de concorrente a apresentador de "Dança com Estrelas". A oito dias do fim do programa, em que dividiu o protagonismo com Cristina Ferreira, o ator faz o balanço desta experiência.

SAPO TV - "Dança com as Estrelas" está prestes a terminar, a7 de junho. Foi bom, para si?
Pedro Teixeira - Foi uma aprendizagem, mais uma. Senti-me em casa, acho que fiz um bom trabalho e que melhorei de gala para gala. Quando terminar vou ter saudades porque foi um programa que, sinceramente, gostei muito de fazer.

O que lhe agradou mais nesta experiência?
Como já tinha sido concorrente na primeira edição, estava já por dentro dos receios, das expectativas e da ansiedade dos dançarinos em presença. Sabia como eram as semanas de ensaios e o que sentiam quando chegavam ao programa. Foi engraçado perceber que os anseios de todos são iguais e que estamos ali todos para trabalhar e dar o máximo para que as coisas corram bem ao domingo.

Como carateriza o grupo de concorrentes desta terceira edição?
Foi um grupo, acima de tudo, divertido e unido. Deram-se bem desde o primeiro minuto e procuraram ajudar-se uns aos outros. Quando assim é, as coisas acabam sempre por correr bem e criam-se laços fortes e importantes. Esse espírito de entreajuda que tiveram desde o início fez com que se tornassem amigos, contribuindo para um programa mais divertido.

Vamos perder o Pedro ator para um Pedro apresentador?
Não. Sou ator acima de tudo e serei apresentador quando as oportunidades surgirem.

Já existem projetos para depois de "Dança com as Estrelas"?
No verão vou estar a trabalhar nos meus negócios e, entretanto, estou em diálogo com a direção da TVI para o próximo projeto, que ainda não sei qual será.

Não vai ter férias este ano?
Não. Antes de começar o "Dança com as Estrelas" tive férias e não preciso de tê-las agora. Preciso é de trabalhar. Gosto de trabalhar!

Comentários