Artigo

Poiares Maduro defende valorização da diversidade dos Açores na RTP regional

O ministro Adjunto e do Desenvolvimento Regional defendeu hoje que é preciso valorizar a diversidade dos Açores no serviço público de rádio e televisão do arquipélago, sem divulgar qual o modelo que o Governo pretende aplicar na região.

"Um dos aspetos que diferencia os Açores é o facto de ser um arquipélago composto por várias ilhas, a sua identidade resulta desta mesma diversidade e isso tem de ser protegido e tem de ser refletido no serviço público de televisão e rádio. É muito importante que continue a ser assim e até que isso seja valorizado", afirmou Miguel Poiares Maduro, em declarações aos jornalistas, no final de uma visita à delegação de Angra do Heroísmo da RTP/Açores.

Depois de conhecer as instalações e de falar com os trabalhadores, Poiares Maduro reconheceu a necessidade de investir em material e infraestruturas, mas não adiantou pormenores sobre o novo modelo previsto para a RTP/Açores.

"Penso que esse modelo vai permitir valorizar mais o serviço público de rádio e televisão nos Açores e sobretudo permitir fazer investimentos que me parecem muito importantes e que são necessários aqui em Angra do Heroísmo, mas também nas outras delegações da RTP nos Açores, que através das visitas que tenho feito claramente me indicam que é necessário reforçar e fazer investimentos, sobretudo em termos tecnológicos, mas também de instalações", frisou.

O ministro Adjunto e do Desenvolvimento Regional não quis "adiantar detalhes" sobre o modelo de serviço público de rádio e televisão na região, já que o irá apresentar e discutir com o Presidente do Governo Regional dos Açores, Vasco Cordeiro, hoje, às 15h30, em Ponta Delgada.

Ainda assim, salientou que, apesar dos "constrangimentos financeiros" do país, a "originalidade do modelo" vai "ajudar a conseguir a forma de fazer estes investimentos e, portanto, valorizar e reforçar o papel do serviço público de rádio e televisão dos Açores".

@Lusa

Comentários