Artigo

Reality show cancelado após escândalo de abuso sexual nos EUA

O reality show dedicado aos Duggar, casal associado ao conservadorismo religioso nos Estados Unidos, foi cancelado depois e um dos seus 19 filhos admitir ter abusado sexualmente de várias menores de idade, informou nesta quinta-feira o canal TLC.

No ar desde 2008, o programa "19 Kids and Counting" segue os passos deste casal protestante do estado do Arkansas e sua numerosa prole criada de acordo com valores cristãos.

Mas a reputação da família e o futuro do reality show foram colocados em causa quando o filho mais velho do clã, Josh, de 28 anos, admitiu em maio que abusou sexualmente de cinco adolescentes, entre elas algumas das suas nove irmãs.

"Há 12 anos, quando era adolescente, agi de forma imperdoável. Lamento e arrependo-me profundamente", escreveu Josh Duggar na página do programa no Facebook, confirmando assim as especulações que já circulavam sobre o caso.

Em comunicado emitido nesta quinta-feira, o TLC indicou que "após uma atenta análise", o canal e a família Duggar decidiram que "o programa não irá continuar no ar".

"A recente atenção que os Duggar ganharam despertou uma onda de críticas e uma importante conversa sobre a proteção das crianças", afirmou o canal.

Quando a décima temporada terminou em maio, quando começaram a surgir as acusações de abuso infantil, o programa somava 2,3 milhões de telespectadores somente nos Estados Unidos, tornando-o a atração mais popular da história do canal.

Comentários