Artigo

RTP2 recorda queda do regime soviético com "Adeus Camaradas"

A RTP2 estreia esta terça-feira, às 23 horas, uma série documental de seis episódios sobre o fim do regime soviético.

Duas décadas após a queda do império soviético, "Adeus Camaradas" documenta um dos principais eventos do século XX: o apogeu e a queda do comunismo.

Trechos de filmes soviéticos, músicas dissidentes ou arquivos privados ressuscitam um mundo perdido e exploram o lado oculto do Bloco de Leste de 1975 a 1991, depois da queda do muro de Berlim.

A 28 de novembro de 1989, enquanto milhares de manifestantes ocupam as ruas, uma bandeira é hasteada no edifício da antiga estação televisiva estatal: "Polónia 10 anos; Hungria 10 meses; Alemanha de Leste 10 semanas; Checoslováquia 10 dias". Também Bucareste acrescenta "Roménia 10 horas". Este é o calendário da queda da Cortina de Ferro.

Ao longo de 12 países da Europa, através de diversas fontes de arquivo, "Adeus Camaradas" oferece um ponto de vista único sobre um dos eventos mais importantes do século XX: a ascensão, apogeu e queda do império soviético.

Os seis episódios foram realizados por Andrei Nekrasov (ele próprio membro ativo da oposição que agora desafia o sistema de Putin na Rússia) e têm autoria de Jean-François Colosimo e György Dalos, numa coprodução europeia encabeçada pelo canal ARTE.

“Procurei mostrar a complexidade deste mundo que desapareceu. Aqui nada é preto ou branco. Por isso tentei reviver o interior desse mundo, com sua atmosfera, as canções, as emoções. Os seis episódios podem ser vistos separadamente, mas foram concebidos como um único filme, em que a última parte é uma verdadeira investigação sobre o papel de Gorbachev durante o golpe de Moscovo em agosto de 1991”, avança o realizador.

Comentários