Artigo

Sportinveste diz que decisão sobre partilha da Sport TV valoriza oferta

A Sportinveste considerou na quinta-feira que a partilha do capital da Sport TV com a Zon e a Portugal Telecom (PT) "vai ao encontro do interesse" dos clientes e valoriza a oferta da empresa.

O jornal Público noticiou que a Entidade Reguladora para a Comunicação Social deu parecer negativo à entrada da PT na Sport TV.

Instada a comentar o assunto, fonte oficial da Sportinveste disse que a decisão da ERC "não traz nada de novo em relação ao que tem sido a posição" do regulador relativamente à partilha do capital social da Sport TV pela Sport Investe, Zon e PT.

"O que a ERC diz na sua decisão é o que tecnicamente se pode chamar de um 'sim condicionado', ou melhor, é uma decisão de 'não oposição desde que' -, e depois aponta a razão, que se prende com a decisão da Autoridade da Concorrência", refere a mesma fonte.

"Continuamos a acreditar que a decisão por nós tomada vai ao encontro do interesse dos nossos subscritores, valorizando a oferta que temos atualmente disponível”, concluiu.

Em declarações à Lusa, o presidente da ERC, Carlos Magno, disse que votou "da mesma maneira" que tinha votado na decisão anterior, ou seja, um voto condicionado.

Contactada pela Lusa, fonte oficial da PT escusou-se a comentar.

Em dezembro de 2012, a PT e a Zon anunciaram um acordo em que ambas as empresas passam a deter 25% cada da Sport TV, ficando os restantes 50% nas mãos da Sportinveste, de Joaquim Oliveira.

Antes deste anúncio, a Sport TV era detida em 50% pela Zon e a outra metade pela Sportinveste.

@Lusa

Comentários