Artigo

"Constantine" – 01×05 – Danse Vaudou

Contém spoilers

Esta review sai no mesmo dia em que novidades pouco positivas foram reveladas em torno de “Constantine”. A série ficará pelos episódios inicialmente encomendados e está em risco de ser cancelada. Confesso que esta notícia não me apanhou desprevenido, já havia mencionado que a nossa série não está de boa saúde em reviews anteriores.

Antes de partir para a análise do episódio, é impossível não sermos transportados para o universo de “The Originals”! O caso desta semana que John vai resolver passa-se em New Orleans, o centro nevrálgico do nosso spin-off de vampiros… Assim que mencionaram o French Quarter e ouvi músicos de rua, quase esqueci que estava a ver “Constantine”.

Ao que parece, os mortos de Nova Orleães não gostam de permanecer mortos! E quem descobre o caso é Zed que, graças ao “empurrão” dado por John, sofre um upgrade nos seus poderes. Zed tem uma visão sobre um rapaz, Jimmy, que está a ter uma peculiar lição de autodefesa com a sua mãe. Já o mapa de Liv dá a localização exata do próximo caso.

Assim que chegam ao local do primeiro crime, deparam-se com o Detetive Jim Corrigan, que presenciou o estranho homicídio na noite anterior. Na esquadra ignoraram o depoimento de Jim porque este estava bêbado! Mas o policial depressa volta a contracenar com os nossos heróis, pois prende John por ter este ter avisado as autoridades de um acidente que ainda não havia acontecido.

Curioso, Corrigan segue as pistas que John lhe dá e encontra casos semelhantes que aconteceram anos atrás. Seguindo a lógica, John pensa que se tratam de espíritos vingativos, mas há algo que não encaixa no perfil deste fenómeno: porquê apenas agora? Ele e Zed vão inquirir a avó de um dos espíritos e a assassina da modelo que ataca as vítimas com uma tesoura. E ambas têm algo em comum: consultaram o nosso querido Papa Midnite para apaziguar a culpa que as consome!

É nesta altura que John vai interromper um ritual do nosso sacerdote vudu… Uma senhora queria falar com o marido que morrer na sua ausência! Embora o ritual tenha sido interrompido, sabemos mais tarde, que o morto voltou à vida e está a consumir a energia vital da esposa. Apesar das desavenças, Papa alia-se a John quando percebe que é o seu trabalho que está por trás das mortes que ocorrem na cidade. Adorei as birras destes dois… até parecem um casal de uma daquelas comédias românticas em que, no início, se odeiam!

Lá vai esta dupla improvável roubar os corpos para os queimar, mas os exorcismos não resultam! É aqui que John se lembra que terão de ter o consentimento das três senhoras que se sentem culpadas com estas mortes, para que os espíritos voltem para onde deveriam estar. A dinâmica John-Papa Midnite foi muito boa para quebrar o ritmo incerto que tem caracterizado esta série.

Chas percorre os becos de Nova Orleães à procura da ressuscitada manequim assassina! Consegue ser esfaqueado até à morte, ressuscita, regenera instantaneamente e ainda deixa a assassina confusa quando lhe pergunta se ele é bonito! Chas é um dos grandes mistérios desta série e, infelizmente, tem sido subaproveitado.

Por seu lado, Zed e Corrigan correm as estradas da floresta onde o jovem morreu num acidente de carro… Além de terem evitado vários acidentes, Zed conseguiu ver que Corrigan vai ser assassinado brevemente! Para os mais distraídos, Jim Corrigan é um dos heróis mais queridos da DC Comics por terras americanas… Quando é assassinado, Corrigan recusa-se a ir para o além-mundo e transforma-se no Spectre!

Com a situação resolvida, Papa permite que John faça uma questão ao crânio de Cedella… o nosso herói pergunta-lhe como deve lidar com a ascensão das forças negras. E o crânio responde-lhe que ele pouco pode fazer e que alguém que lhe é próximo irá traí-lo! Na minha opinião, não será difícil de saber quem será a pessoa que está a usar John… Será Manny, o anjo, que pouco ou nada tem feito para ajudar os nossos heróis.

O episódio terminou e, apesar de ter sido fraquinho, acrescenta novos horizontes ao enredo da nossa série. Gostei de ver os escassos desenvolvimentos de Chas, Zed e até do detetive Carrigan, este personagem promete regressar a “Constantine”! Espero que a série melhore nos próximos episódios para que regresse para uma segunda temporada ou, quem sabe, ser repescada por outro canal!

Questões em análise:

Papa Midnite vai juntar-se à causa de John? Começaram como inimigos mortais, mas gostei de os ver a trabalhar juntos!
Vai Corrigan transformar-se no Spectre e dar o ar da sua graça na série? Um herói sobrenatural sabe sempre bem!
Afinal o que é Chas? Quero mais respostas!
Corrigan conhece Zed de uma investigação do passado… pena que tal não nos foi revelado! Teremos ainda oportunidade se saber a razão da sua fuga?
Quem é o traidor do grupo? Como já referi anteriormente, aposto que é Manny.

Nota: 7/10

Rui André Pereira

Artigo do parceiro

Comentários